Conecte-se conosco

Câmara Municipal de Nova Serrana

812 anos de reclusão – Vereadores e acusações – Gilmar da Farmácia

Avatar

Publicados

em

Gilmar da Farmácia – 83 anos de reclusão

O caso apresentado pelo MP a justiça referente ao vereador Gilmar da Farmácia é mais grave, isso porque além e ser denunciado assim como seus colegas vereadores pelos artigos 299 e 312 ambos na forma do art. 69, o edil ainda foi denunciado por formação e quadrilha no art. 288, junto com seus três assessores.

Contabilizando a pena pedida pela promotoria em somatória chega ao total de 83 anos de reclusão somente para o edil.

Ainda foi constatado desvio de dinheiro público em benefício de Wagner Ribeiro de Oliveira, assessor de Gilmar, por 19 vezes, o que culminou em R$ 30.904,10. Foi também apontado o desvio de R$ 23.848,33, que foram recebidos em forma de honorários por nove vezes pelo assessor Weverton Rodrigues de Morais Lima, recursos estes que conforma aponta a promotoria foram devolvidos para o benefício de Gilmar da Farmácia.

Ainda sobre o vereador foi constatado e apresentado pela denúncia que seus assessores se orientaram entre si para que fossem prestados depoimentos com declarações falsas a promotoria de justiça, fato que foi constatado por meio de interceptações telefônicas.

Já referente a Gilmar, seus três assessores foram denunciados não somente por peculato-desvio e falsificação de documentação mas também por formação de quadrilha.

Sheila Penha e Weverton Rodrigues / 47 e 27 anos de reclusão respectivamente

Cabe ressaltar que os assessores Sheila Penha da Silva e Weverton Rodrigues de Morais Lima, foram denunciados pelos artigos 299 e 312 na forma do artigo 69, sendo indicados para ambos 47 e 27 anos de reclusão respectivamente.

Por sua vez na denúncia é apontado que a Assessora Sheila Penha da Silva recebeu diárias para viagem a Belo Horizonte para participar de duas reuniões, contudo foi constatado que a mesma  usou o veículo público e os serviços do motorista da Câmara Municipal, para ir a cidade de Pará de Minas.

Foi também constatado conforme já apontado que seus assessores se orientaram entre si para que fossem prestados depoimentos com declarações falsas a promotoria de justiça, fato que foi constatado por meio de interceptações telefônicas.

Wagner Ribeiro / 55 anos re reclusão

Ainda sobre os assessores de Gilmar, Wagner Ribeiro de Oliveira foi denunciado sobre indicação de pena de 55 anos de reclusão nos artigos 312 e 299.

Mais lidas