Conecte-se conosco

Governo Estadual

Primeiro caso de coronavírus em Minas é de moradora de Divinópolis

Avatar

Publicados

em

Mulher de 47 anos, de Divinópolis, veio da Itália e passou por Belo Horizonte

A secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), confirmou na última sexta-feira, dia 06 de março o primeiro caso de Coronavirus no estado. Segundo o boletim a paciente reside na cidade de Divinópolis.

Conforme informado pela SES-MG, os exames que confirmaram o coronavirus foi realizado pelo laboratório Hermes Pardini, a coleta para análise foi realizada em domicílio, na quinta-feira (05/03) e a análise finalizada no dia seguinte.

De acordo com a SES o material colhido foi encaminhado para a Fiocruz que homologou o resultado neste domingo, dia 08/03.

Segundo informado o coronavírus foi confirmado em uma mulher de 47 anos, que reside em Divinópolis e esteve recentemente na Itália, retornando à capital mineira na última semana.

No diagnóstico consta ainda que, a paciente apresenta atualmente sintomas leves de coriza, mialgia e sensação de mal estar e encontra-se em isolamento domiciliar.

Foi ainda informado pela SES-MG que o Estado está preparado para receber este e novos casos de corona vírus e está tomando todas as medidas necessárias para prestar assistência à população e realizando vigilância epidemiológica da doença.

Brasil

O Ministério da Saúde confirmou no último domingo, dia 08 de março, mais seis novos casos de coronavírus no país, totalizando 25 casos até o momento. Dos novos registros, três estão em São Paulo, um em Alagoas, um no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais.

Cinco desses casos foram de pessoas que se contaminaram fora do país. O outro caso, um dos três de São Paulo, é de uma contaminação local, ou seja, quando é possível identificar a fonte do contágio. Segundo a Secretaria de Saúde do estado, os três novos casos do estado estão estáveis e em isolamento domiciliar.

Atualmente, 664 casos são considerados suspeitos e outras 632 pessoas já foram descartadas como portadoras do Covid-19. O ministério recebe as notificações de suspeitas das secretarias estaduais de saúde. Da mesma forma, são as secretarias que confirmam os casos, sendo que a contraprova deve ser realizada por laboratórios atestados pelo governo federal.

Mais lidas