Conecte-se conosco

Bancos

Golpistas se passam por funcionários de banco e aplicam golpe de R$ 17 mil

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.
Uma mulher  de 58 anos foi vítima de um golpe e perdeu a quantia de R$ 17 mil. O caso aconteceu na cidade de Pirajuba, no Triângulo Mineiro. Segundo informado os suspeitos de estelionato se passaram por funcionários da Caixa Econômica Federal (CEF) e furtaram a quantia em dinheiro.
De acordo com a Polícia Militar (PM), inicialmente, a vítima teria recebido um telefonema de uma pessoa dizendo que era funcionário da CEF e que lhe perguntou se ela teria feito uma compra pela internet utilizando o seu cartão.
Por sua vez, a vítima negou a compra e, em seguida, o suspeito disse que ela deveria bloquear o cartão para evitar prejuízos, indicando um número de 0800 para o qual deveria ligar.
Conforme o registro policial, a vítima acabou ligando para o número, sendo atendida por um segundo golpista, que lhe pediu os seus dados pessoais: número do cartão, código de segurança e até mesmo as letras de segurança utilizadas em caixa eletrônico.
Por fim, a vítima ainda foi induzida a colocar o seu cartão em um envelope e a entregá-lo a um outro suspeito que foi até a sua casa. O terceiro envolvido se apresentou com o nome de Jhonny Henrique e, trajando calça jeans e camisa social listrada, disse que era funcionário da agência da CEF.
Depois, a vítima começou a desconfiar e ligou para o número correto de sua agência bancária, descobrindo que os golpistas haviam furtado R$ 17 mil de sua conta.
Só então a mulher bloqueou realmente o cartão, via aplicativo do banco, e procurou a PM para registrar o estelionato.
Fonte: Com informações EM
Leia mais...
Propaganda

Mais lidas