Conecte-se conosco

Governo Municipal

Prefeitura de Divinópolis estuda possibilidade de medidas drásticas como lockdown e até toque de recolher

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

A pandemia de coronavírus segue atingindo de forma grave o Centro-Oeste Mineiro. Divinópolis e Nova Serrana, seguem com altos números de casos notificados.


Em Divinópolis a primeira cidade da região a ter um caso confirmado e até mesmo uma morte confirmada a prefeitura estuda tomar medidas drásticas após a confirmação da primeira morte por Covid-19.

Em entrevista coletiva a Secretaria Municipal de Saúde (Semua) afirmou que foi cogitado a possibilidade de adotar medidas mais rígidas de isolamento.

Conforme exposto caso todos os leitos sejam ocupados, de forma semelhante ao que vem acontecendo na Europa, A prefeitura não descarta a implantação do “lockdown”, o que implicaria num fechamento até mesmo dos serviços essenciais, como supermercados, padarias.

“Não queremos que isso aconteça em Divinópolis. Para isso não acontecer, nós temos que nos isolar agora para que nossos hospitais não fiquem lotados”, afirmou a coordenadora de Vigilância em Saúde, Janice Soares.

A afirmação ocorreu  diante da preocupação com os populares que nos últimos dias vem sendo mais displicentes quanto ao período e regras da quarentena.

“Precisamos fazer o isolamento horizontal porque várias pessoas vão precisar ser hospitalizadas, sendo idosas ou não. Isso precisa ficar claro. Estamos na fase de epidemias localizadas, mas nas próximas semanas vamos entrar na fase de aceleração. Isso vai ficar muito perigoso e vai sobrecarregar os nossos serviços. Vamos ter consciência e ficar em casa”, salientou a prefeitura.

Vale ainda ressaltar que Divinópolis até o momento, conta com 19 casos da doença confirmados. Ainda segundo informado 10 pessoas estão internadas em estado grave em enfermarias nas unidades hospitalares da cidade. Outras cinco estão com quadro clínico gravíssimo em Centros de Terapia Intensiva (CTI’s). Uma morte foi confirmada, a de uma médica, de 46 anos.

Fonte: Com informações Portal Gerais

 

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas