Conecte-se conosco

Economia

Onda Roxa: FIEMG afirma que todas as indústrias da cadeia produtiva mineira estão autorizadas a funcionar

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), informou nesta terça-feira, dia 16 de março, que todas as indústrias da cadeia produtiva de Minas Gerais, estão autorizadas a funcionar durante a Onda Roxa do Minas Consciente, implementada em todas as cidades mineiras a partir da próxima quarta-feira (17).


O anúncio da autorização do funcionamento das indústrias foi feito pelo presidente da Fiemg, Flávio Roscoe em vídeo divulgado aos industriais e imprensa.

Segundo ponderou Roscoe, não somente a indústria de essenciais, mas toda a cadeia poderá funcionar em Minas durante a onda mais restrita do Minas Consciente.

“Trago a feliz noticia de que as indústrias essenciais poderão funcionar, mas não somente as indústrias que estão contidas no decreto, mas todas as indústrias que fazem parte da cadeia produtiva. A FIEMG rodou um estudo de matriz de insumo e produto e verificamos que todos os segmentos industriais no estado de Minas Gerais, fazem parte das cadeias produtivas, portanto todas as indústrias do estado de Minas Gerais estão autorizadas a funcionar a luz do decreto da Onda Roxa”.

De acordo com Roscoe após o estudo é aguardado uma posição do governo de Minas, contudo as empresas estão autorizadas a funcionar.

“Já levamos esse estudo de encadeamento ao Governo do Estado, e aguardamos uma maior clareza no decreto quanto a essa possibilidade de funcionamento de todo o setor industrial, mas na nossa analise, de acordo com nossos estudos econômicos, como todo encadeamento é permitido no próprio decreto, e de acordo com nossas analises, como todos os setores industriais fazem parte de algum desses desencadeamentos essenciais, todas as indústrias estão aptas a funcionarem durante a onda roxa do estado de Minas Gerais. Esperamos esclarecer isso com maiores detalhes na próxima reunião do Comitê Covid, mas isso já é claro em nosso entendimento portanto as indústrias podem e devem funcionar durante a Onda Roxa”.

Foi ainda apontado pelo presidente da Fiemg, que o setor industrial não foi foco de contaminação e pediu maior atenção por parte dos industriais quanto as medidas de segurança.

“Lembrando que o setor industrial não foi foco de contágio em nenhum momento durante o último ano da pandemia, e também peço a  todos que redobrem todos os cuidados no processo produtivo, para que seja minimizado a qualquer custo todo risco de contagio, mas os produtos essenciais são imprescindíveis para a manutenção da vida, assim como a cadeia produtiva desses seguimentos, portanto, a indústria pode e deve continuar funcionando”.

Por fim foi ainda informado que a Fiemg está em contato com o Governo Federal e que uma nova Medida Provisório (MP) a exemplo da publicada em 2020, será editada, par auxiliar a indústria durante a pandemia.

“Além disso gostaria de dizer que em conversas com o Governo Federal, tivemos a sinalização positiva que ainda nesta semana será editada uma nova MP, similar a 936 que irá permitir a redução de jornada e suspensão de jornada de trabalho, com isso as empresas que pararem porque o mercado parou, poderão fazer assim como no ano passado, uma redução em que o funcionário, a empresa e o governo perdem um pouco, mas todos saem ganhando porque há manutenção do emprego”.

 

Mais lidas