Conecte-se conosco

Governo Estadual

Número de novos casos de Covid em Minas poderá dobrar diariamente, diz secretário

Avatar

Publicados

em

Se a população não mantiver as medidas de distanciamento social, o número de novos casos de Covid-19 pode começar a dobrar diariamente, alertou o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, nesta quarta-feira (27). “Efetivamente temos mais casos (por dia) agora do que no início da epidemia, e temos de lembrar que a epidemia vai dobrando a cada tempo. No momento temos um número de casos e daqui a pouquinho vamos ter diariamente o dobro desse número de casos. O que limita esse dobro de casos é o isolamento”, disse.

Nesse momento, Minas registrou 8.011 casos confirmados de Covid-19, segundo boletim epidemiológico desta quarta-feira. O número dobrou desde o dia 15 de maio, quando foram registrados 4.196 casos da doença. Segundo o secretário, o aumento é esperado e está de acordo com o comportamento da epidemia, mas o crescimento pode ser desacelerado se houver cumprimento das medidas de distanciamento social.

A equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde estima que haja um pico da doença em Minas Gerais no dia 10 de junho. Mas o secretário preferiu não falar de números estimados para o pico, durante a coletiva desta quarta-feira. Dois dias antes, porém, ele havia informado que o pico estimado teria mais de 2,8 mil casos em um único dia.

Segundo Amaral, o tamanho do pico dependerá do comportamento da população. Se todos pararem com o isolamento agora, haverá um grande estresse na assistência de saúde no Estado. Mas se as medidas de segurança forem mantidas, os casos da doença serão diluídos no tempo, sem sobrecarregar os hospitais. “Por outro lado, se a sociedade mantiver o controle, teremos poucos casos a cada dia, espalhando ao longo do tempo. Teremos um ano e meio, dois anos de pandemia”, afirmou.

Testes rápidos

O secretário informou que o aumento no número de casos confirmados no Estado não se deve apenas ao crescimento da epidemia, mas também aos resultados dos mais de 551 mil testes rápidos que foram entregues aos municípios mineiros.

O teste rápido avalia se a pessoa tem anticorpos para o novo coronavírus – ou seja, se teve contato com a doença no passado. “Nessa semana temos um dado contaminante porque muitos municípios estão fazendo testes rápidos e, quando positivos, são notificados como casos confirmados. Mas, em geral, essa pessoa já teve a doença, não quer dizer que ela está com a doença ativa”, explicou Amaral.

Distanciamento

Mais uma vez, o secretário reforçou que todos os cidadãos devem manter as medidas de segurança para que a epidemia se mantenha controlada. “A população precisa participar (do isolamento social) para que consigamos reduzir o risco de forma global. (…) Teremos de manter o isolamento, para ter um mínimo de atividades, manter o trabalho, para manter a atividade econômica. Caso contrário, se quebrarmos as regras demais, chegará o momento em que teremos de ser mais rigorosos”, afirmou o secretário.

Amaral explicou que isolamento social não é somente ficar em casa, mas também tomar todos os cuidados possíveis em locais públicos. Segundo ele, é preciso usar máscaras, higienizar as mãos com frequência, usar o transporte público fora do horário de pico e evitar entrar em filas para fazer compras. “São medidas que cabem a todos cidadãos, independentemente se são da Região Metropolitana ou de cidade do interior”.

Fonte: Hoje em Dia

 

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

JORNAL O POPULAR – A NOTÍCIA COM DEVE SER

Mais lidas