Conecte-se conosco

Brasil

Câmara aprova adiamento da declaração do Imposto de Renda e envia à sanção

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

A Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira, dia 13 de abril, o adiamento da entrega da declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF ) de 30 de abril para 31 de julho de 2021.


A proposta já havia sido analisada pela Câmara. Depois, o Senado alterou o projeto, por isso foi necessária nova análise dos deputados. Agora, o projeto vai a sanção.

A Receita Federal informou, na segunda-feira (12), que o prazo seria adiado por 1 mês. Contudo os congressistas acharam insuficiente.

“É necessário ter a sanção, uma vez que o governo federal já planeja prorrogar por apenas 1 mês”, disse Alex Manente (Cidadania-SP), líder de seu partido.

A Alteração feita pelos senadores e aceita pelos deputados estabelece que, em 2021, o débito poderá ser quitado em até 6 parcelas. A última precisa ser paga até o fim do ano.

O projeto também mantém o cronograma de restituição do IRPF. O 1º lote deve ser pago em 31 de maio.

Fonte: MSN-Poder 360

Mais lidas