Conecte-se conosco

Defesa civil

Belo Horizonte e região registram alagamentos e desabamentos nesta sexta

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Chove sem parar em Belo Horizonte desde a manhã de ontem e o cenário na manhã desta sexta-feira ainda é o mesmo. Desde a madrugada, a capital mineira e a região metropolitana já registraram alagamentos e desabamentos. Há vias interditadas. A Defesa Civil e a BHTrans usam as redes sociais para divulgar atualizações.


O trecho do cruzamento das avenidas Sebastião de Brito e Cristiano Machado, entre os bairros Dona Clara e Primeiro de Maio, estava interditado por volta das 7h30. Mais cedo, a Cristiano Machado, um dos principais corredores que liga as regiões Norte, Venda Nova, Vespasiano, Santa Luzia e o Aeroporto de Confins ao Centro da capital, estava alagada. O volume de água baixou e passou a se concentrar na Sebastião de Brito.

Às 7h, a Avenida Otacílio Negrão de Lima, na Pampulha, precisou ser interditada por conta de alagamentos entre a Rua Orsi Conceição de Minas e Avenida Antônio Francisco Lisboa, e entre a Avenida Braúnas e Rua Arnaldo Cathoudi. Agentes da BHTrans monitoram o local.

A empresa de trânsito também informou que o cruzamento das avenidas Tereza Cristina e Dom João VI foi fechado em função das chuvas. No último domingo, as pistas da primeira avenida foram muito danificadas após o transbordamento do Ribeirão Arrudas.

Mais cedo, às 7h22, a BHTrans publicou no Twitter que a Tereza Cristina estava interditada entre a Via 210 e a Avenida Presidente Castelo Branco, no sentido Bairro. O trânsito seguia normalmente no sentido Centro. Também há outro ponto de interdição no retorno após a Rua Maggi Salomon, no sentido Bairro.

Uma árvore caiu na Avenida Raja Gabaglia, altura da Rua Josafá Belo, interditando duas faixas da esquerda em ambos os sentidos.

Houve um deslizamento de terra na região do Anel Rodoviário nesta manhã. O problema ocorreu na marginal do sentido Rio de Janeiro, altura do km 463.

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) também registrou quedas de árvores na MGC-262, em Sabará, e na MG-060, em Esmeraldas. O trânsito chegou a ser interditado, mas as árvores foram removidas e o fluxo estava livre por volta das 5h20.

Desabamentos e deslizamentos

O Corpo de Bombeiros atendeu ocorrências de imóveis em risco, danificados e alagamentos no município de Raposos, na Região Metropolitana de BH. No início da madrugada, parte do telhado de uma casa no Bairro Varela cedeu e desabou.

Um casal de idosos mora no local. Ninguém se feriu e a Defesa Civil foi acionada. Na Rua Herval Silva, Bairro Matadouro, os militares foram acionadas por conta do risco de desabamento do muro de outra casa.

No Bairro Morro das Bicas, parte da cozinha de uma casa desabou. O acidente também não deixou vítimas. Às 3h50, os bombeiros socorreram adultos e crianças que estavam ilhados na Rua São Paulo, Bairro Várzea do Sítio. O risco no local era ainda maior, já que havia fios energizados rompidos tocando. Eles usaram um barco para transportar as pessoas.

Em Ibirité, também na Região Metropolitana de Belo Horizonte, parte de um barranco cedeu sobre um casa. Quatro pessoas estavam presas no imóvel porque a terra estava bloqueando os acessos. Não há feridos. O imóvel fica na Rua Rio Comprido, no Bairro Durval de Barros.

Em Contagem, parte de uma residência desabou na Rua Antônio Pires, Bairro Santa Maria. Não houve vítimas. A Cemig também foi acionada porque um poste caiu na via.

Foto/Fonte: EM

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas