Conecte-se conosco

Bom Despacho

Vereadora de Bom Despacho investiga denúncias sobre descumprimento de vacinação

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Na cidade de Bom Despacho, após receber diversas denúncias sobre um suposto descumprimento no plano de vacinação contra o coronavírus, a vereadora Sildete (Republicanos) solicitou que a listagem dos 583 vacinados seja enviada à Câmara Municipal de Bom Despacho.

Segundo apurado a vereadora pediu ainda, que no documento contenha nome, cargo e função das pessoas que foram imunizadas para averiguar as denúncias feitas.

Conforme explicou a vereadora, a ação visa defender os interesses da comunidade, fato que é o dever dos representantes do povo.

“O meu pedido é de transparência, respeito e, no mínimo, empatia com a população. No meu pedido não faço referência a nenhuma pessoa, e quem se incomoda com a fiscalização no uso do patrimônio público certamente não está do lado do povo. Pois eu reafirmo meu compromisso, de trabalhar ao lado e em defesa de toda comunidade, sem privilégios”, reitera.

Convidada a comparecer na Câmara, a secretária de Saúde, Neide Braga, reuniu-se com os vereadores da Casa para apresentar as informações sobre a vacinação no município.

Contudo Braga informou que “sobre os dados solicitados, em cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, a Secretaria não poderia oferecer a lista com os nomes conforme solicitado”.

Assim, os vereadores apresentaram na primeira sessão ordinária o Projeto de Lei nº 7 de 2021, o qual dispõe sobre “a obrigatoriedade da publicação diária de lista de todos os vacinados contra a Covid-19 no município de Bom Despacho e dá outras providências”. O objetivo é levar à população estas informações de forma transparente e eficaz.

De acordo com a Presidente da Casa, além dos esclarecimentos sobre o Plano de Vacinação, os vereadores vão apresentar à Secretaria o pedido do pagamento do piso de 40% de insalubridade aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra o Covid-19.

Fonte: com informações Republicanos

Mais lidas