Conecte-se conosco

Colunistas

Por favor, um liquidificador de dúvidas, pode ser?

Léo Junqueira

Publicados

em

Encontros e desencontros, acordos e desacordos, ataques e defesas, acusações e justificativas. Tudo na mais perfeita ordem da desordem política de Nova Serrana.

Pode ser que nossos políticos queiram, que seus trabalhos precisem estar sempre nebulosos entre polêmicas, como coelhos numa “cartola” de mágico para que nós, meros espectadores não alimentemos dúvidas sobre o que fazem.

Meus amigos, isso já está passando do limite do bom senso. É claro, que as denúncias feitas na última sessão da Câmara Municipal pelo vereador Willian Barcelos tem fundamento bem documentado, assim como é evidente, que a secretária de saúde Gláucia tem suas explicações, também registradas em documentos.

O jogo não é esse, a luta não é esta, mas os perdedores são os mesmos: nós, espectadores de uma causa perdida. Sou da seguinte opinião: “onde tem fumaça há fogo”.

Certa vez participei de uma discussão enorme sobre a existência ou não de extraterrestres. Uns defendiam que sim e outros que não. Os que defendiam a existência citavam os vários vídeos e documentos expostos na internet, enquanto outros descrentes diziam que a maior parte é fraudes. Ou seja, a questão não é se existe ou não existe. O critério é de volume.

Ora, meus amigos! Se tivermos 1.000 registros de OVINIS e ETs, sendo 999 fraudes e apenas uma verdadeira, é claro que por ser verdade apenas um dos registros, a existência estará provada.

O mesmo critério se aplica em Nova Serrana, quanto às denúncias do vereador Willian Barcelos sobre as fraudes nas contratações de serviços para a UPA. Se apenas um dos documentos provar o esquema fajuto, todo o sistema tem que ser revisto e apurado.

Não interessa se foram contratos mal interpretados, endereços fictícios providenciais ou remanejamento de profissionais. O certo é que está errado e a população merece respeito para conseguir entender as manobras da burocracia das instituições públicas.

O importante é, que eu vi um vereador, com documentos nas mãos, procurar por determinada empresa e profissional em endereço estabelecido e não encontrar ninguém.

Da mesma forma, eu vi uma secretária municipal de saúde dizer, que são formalidades exigidas pela burocracia, mas que tudo foi feito para diminuir custos, atender melhor a população e não prejudicar os profissionais que prestam serviços de saúde. Então tá, como diz um amigo!

Nossa administração municipal continua colecionando erros em busca de acertos e nem sempre o certo cabe nas explicações tortas e desajustadas. Sabemos que muitas coisas estranhas acontecem “nos céus do país”, mas não podemos concluir que sejam fatos “extraterrestres”.

Porém, não podemos disfarçar nossa atenção tentando ignorar, que fatos “sem boa explicação” brotam na atual administração, como uma fonte interminável de escândalos.

É uma gestão de remendos e retalhos mal colocados, que pode estar iludindo pessoas que querem aplaudir seu esforço mesmo que misturado a tudo que aconteceu nestes dois anos de gestão. Um liquidificador, talvez, resolva o problema!

LEONARDO VELOSO JUNQUEIRA é daqueles publicitários da época romântica, quando a comunicação ainda era feita com base no talento criativo. Foi sócio fundador da Insight Comunicação durante 22 anos prestando serviços de comunicação e marketing a grandes empresas, como Pastifício Santa Amália, Riclan (fabricante do Pircóptero e drops Freegell’s), Cera Inglesa, Calçados Jacob (Kildere), Café Brasil, Balas Santa Rita entre outras grandes empresas que fizeram histórias de sucesso. Trabalhou em grandes agências de publicidade em Minas e na área política, como publicitário, assessorou as prefeituras de Uberlândia, Varginha e Divinópolis além de desenvolver e coordenar inúmeras campanhas políticas, das quais destacamos a eleição de Zaire Rezende (Uberlândia), Maurinho Teixeira (Varginha), Paulo Tadeu (Poços de Caldas), Galileu Teixeira (Divinópolis), Paulo César (Nova Serrana), Toninho André (São Gonçalo do Pará) além de vários deputados estaduais e federais. Léo Junqueira é consultor de marketing, compositor, violeiro, escritor e colunista do Jornal O Popular

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas