Conecte-se conosco

Benefício

Novas regras para 1ª habilitação: CNH pode ficar até R$ 400 mais barata

Avatar

Publicados

em

Conquistar a tão sonhada Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ficou mais barata, e isso não devido a promoções das auto-escolas, mas sim por causa de uma determinação federal que alterou quatro pontos principais referentes a aquisição ou adição de categoria na CNH.

Após anuncio do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) referente as novas regras para aquisição ou adição da (CNH), o valor a ser cobrado pelas auto escolas será mais barato, isso porque entre as determinações está redução da carga horária em cinco horas, a redução da carga horaria noturna e o fim da obrigatoriedade de uso do simulador.

Segundo o empresário Marcos Fonseca, proprietário da Auto Escola Liderança em Nova Serrana, as mudanças estabelecidas pelo Contran vão representar uma redução significativa no bolso da população. “Com as novas regras o valor da carteira de habilitação terá uma significativa redução, avalio que de forma geral, o preço para se obter a CNH terá uma redução de R$ 200 até R$ 400 no preço final para o consumidor”. Disse Marcos Fonseca.

O empresário considerou que entre as mudanças, além de um menor custo o cidadão terá também uma possibilidade de reduzir o tempo para se obter o documento. “o período também pode ser otimizado, isso porque aquelas pessoas que já dirigem, que já tem certo domínio podem utilizar o simulador no sentido de diminuir o tempo de aulas. Isso porque agora sendo opcional o simulador, o condutor que pleiteia a CNH pode fazer cinco aulas e abater em isso em cinco aulas de direção de rua, sendo então feitas 15 aulas nas ruas e cinco no simulador. A questão é que uma aula de simulador é apenas 30 minutos, assim se pode reduzir o tempo em que o candidato poderá tirar a CNH. Explicou o empresário.

Marcos ainda salientou que apesar da resolução entrar em vigor somente a partir de setembro, o cidadão já pode fazer sua inscrição e pagar um valor mais baixo, já pleiteando a CNH sobre as novas regras. “Os proprietários de Centros de Formação buscaram apoio no Detran que se reuniram e determinaram que ainda antes do dia 16 de setembro, quando passam a valer as novas regras, os candidatos já podem iniciar a busca da CNH com os benefícios. Então quem estiver aguardando para setembro já pode buscar as auto escolas e fazer as matriculas já com os valores reduzidos”, considerou Marcos Fonseca.

As considerações de Marcos Fonseca são ratificadas com o depoimento dado pela Delegada Flávia Portes, chefe da Divisão de Habilitação do Departamento de Trânsito de Minas Gerais “O sistema será adaptado para que a partir do dia 16 de setembro todas as mudanças sejam válidas mesmo para quem já iniciou o processo. Portanto, aqueles alunos que já tiverem cumprido a carga horária exigida pela Resolução 778 do Contran estarão aptos a realizar a prova de direção, e aqueles que estiverem fazendo as aulas práticas deverão apenas complementar as horas exigidas pela nova regra”, explica a Delegada.

O que vai mudar?

O simulador de direção para categoria B (carro), obrigatório desde 2016, passa a ser facultativo. Desta forma, houve redução de cinco horas para as aulas práticas na categoria, que passa ter a mesma carga horária que a categoria A (motocicleta), 20 horas/aula, no mínimo.

Se o candidato optar pelo uso do simulador, poderão ser realizadas até cinco aulas no equipamento, e as demais 15 horas de aula no automóvel.

Já no caso das aulas noturnas, a exigência será de uma hora/aula prática para alunos em formação para conduzir motos, carros ou ciclomotores.

A partir do início da vigência da Resolução, quem desejar obter a “ACC”, que permite conduzir as “cinquentinhas”, poderá durante um ano, realizar apenas as provas teórica e prática, sem a necessidade de frequentar as aulas.

Contudo finalizando Marcos Fonseca ressalta apontando que “se o candidato for reprovado, será necessário fazer as aulas práticas nas auto escolas, e após um ano, a carga horária para tirar a ACC passa de 20 horas para cinco horas e poderão ser feitas no ciclomotor do aluno”. Finalizou.

Mais lidas