Conecte-se conosco

Trânsito

Nova Serrana registra 2,5 mortes por mês em acidentes de trânsito

Publicados

em

Município tem aumento superior a 25% do número de acidentes; ao menos uma pessoa morre a cada 15 dias no município devido a acidentes relacionados ao trânsito

Nova Serrana a cidade que mais cresce em Minas, tem consecutivamente ao seu crescimento populacional à expansão de sua frota de veículos, contudo esse aumento de condutores e veículos aliados a ruas sem planejamento, motociclistas e motoristas incapacitados, e uma população sem orientação, tornam a equação negativa para o município.

O risco das ruas de Nova Serrana representa índices preocupantes quanto ao número de acidentes de trânsito e óbitos devido a acidentes.

Em pleno mês de conscientização do trânsito os números de 2018 quando comparados a 2017 apontam que a saúde do trânsito de Nova Serrana está em estado de calamidade, e intervenções mais pontuais do executivo e dos órgãos de segurança pública são necessárias, caso não se queira ter um recorde de acidentes até o fim deste ano.

Número de acidentes

Para se ter uma ideia da situação em que se encontra o trânsito de Nova Serrana, entre os meses de janeiro e abril de 2018, a cidade contabilizou 1.299 acidentes de trânsito, contudo esses dados são exclusivamente de ocorrências que foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros Militar em Nova Serrana.

Comparados aos dados do mesmo período do ano de 2017, a cidade teve um crescimento de aproximadamente 25% quanto ao número de casos registrados e socorridos pelos bombeiros militares.

Em 2017 foram contabilizados 908 ocorrências atendidas pelo Corpo de Bombeiros entre os meses de janeiro e abril.

Caso a média seja mantida a cidade poderá alcançar cerca de 3.900 casos registrados, número superior aos 3.721 casos socorridos pelos bombeiros em 2017.

Acidentes por mês

Somente o corpo de bombeiros de Nova serrana atendeu mensalmente neste ano cerca de 330 acidentes em Nova Serrana.

Os atuais índices do município estabelecem diariamente que são necessárias pelo menos 10 intervenções do Corpo de Bombeiros Militar, em acidentes de trânsito que são necessários socorros de vítimas e envolvidos.

Os números de ocorrências, no entanto são significativamente maiores, uma vez que nossa reportagem não obteve resposta quanto ao número de casos que são também socorridos pelo SAMU.

É importante ainda ressaltar que os acidentes notificados no Corpo de Bombeiros são somente aqueles em que a unidade de socorro se mobiliza para intervir e promover o resgate e atendimento às vítimas, ou seja, os acidentes sem vitimas graves ou feridos não estão contabilizados nas estatísticas apontadas.

Número de óbitos em 2017

E acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA), o número de óbitos também teve um aumento quando comparados os dados de 2016 e 2017.

Segundo os dados da SEMUSA, em 2016 a cidade contabilizou 29 óbitos que evoluíram de incidentes relacionados ao trânsito de Nova Serrana. Já em 2017 foram notificados nas unidades de saúde do município 31 óbitos devido a acidentes no trânsito.

Os números apontam que a cada 15 dias ao menos uma pessoa no município vem a óbito devido a incidentes no trânsito sendo eles acidentes automobilísticos, atropelamentos, acidentes envolvendo motociclistas e ciclistas.

Parte do executivo

Diante da situação preocupante a prefeitura, através do Chefe do departamento de trânsito, o município afirmou que vem acompanhando a situação e que a municipalização do trânsito é uma das medidas de combate aos índices vivenciados em Nova Serrana. “O aumento do número de acidentes se dá pelo aumento do número de veículos, o que o poder público está trabalhando é a municipalização do trânsito.” Disse Bruno Borges.

O chefe do setor de trânsito ainda pontuou que o município já está tomando medidas efetivas quanto aos índices apresentados. “Em relação à contribuição para a redução temos que fazer o quanto antes a manutenção da sinalização nos pontos de gargalo e de exposição dos pedestres como porta de escolas, de unidade de saúde, onde temos uma tratativa maior quanto aos pedestres e também monitoramos os dados estatísticos com os órgãos de segurança pública. Eles subsidiam nossas ações e posteriormente quando municipalizado o trânsito teremos os agentes que poderão intervir até mesmo com multas quanto às infrações que forem cabíveis”. Ponderou Bruno Borges.

Finalizando Bruno pontuou ainda que ações como a redução de veículos em pontos de maior fluxo em horários de pico vêm sendo estudadas pela gestão. “Precisamos diminuir o número de veículos em horários de pico, existem algumas tratativas que vem sendo estudadas, sempre pensando no coletivo e não na individualidade”. Finalizou o Chefe do setor de Trânsito, Bruno Borges.

Orientações dos bombeiros

Segundo o comandante do 5º Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar de Nova serrana, Tenente Thales Gustavo, o fato de a cidade possuir um aumento muito demográfico amplia a importância do tema segurança no trânsito para a cidade.

O Comandante pontuou que as preservações das leis de trânsito se tornam assim um fator crucial, para que se haja um transito mais salutar. “Atualmente o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais atende a varias situações referentes a acidentes automobilísticos, com motocicletas, atropelamentos e acidentes com ciclistas e tudo isso envolve questões no trânsito. Algumas dicas referentes à segurança no trânsito estão relacionadas ao cumprimento das leis. Se todos, pedestres e condutores respeitarem a sinalização, a velocidade das vias, os sinais, os pontos de travessia e ultrapassagem, como outras legislações e condutas estabelecidas pelo código de trânsito, os acidentes é claro não serão extintos mas se tornaram um fatalidade em uma cidade que terá mais segurança para condutores e pedestres”, finalizou o Ten. Thales Gustavo.

  • Fotos: Israel silveira – O Popular
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas