Conecte-se conosco

Economia

NotreDame Intermédica que recentemente adquiriu o Santa Mônica é incorporada pela Hapvida

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

A  Notre Dame Intermédica, que recentemente adquiriu o Hospital Santa Mônica, anunciou na noite do último sábado, 27 de fevereiro, a fusão com a Hapvida.


Segundo anunciado, ambas as empresas chegaram a um acordo para a combinação de negócios, sendo que operação prevê a incorporação das ações de Notre Dame pela Hapvida que criará uma das maiores provedoras de soluções de saúde verticalizadas no mundo e a maior do Brasil.

A fusão ainda tornará a Hapvida o segundo maior grupo de saúde do país, atrás apenas da Rede D’Or.

De acordo com o documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), cada acionista da Notre Dame receberá 5,2490 ações ordinárias da Hapvida por papel da empresa, além do valor de R$ 6,45, o que resultará na empresa combinada em que acionistas da Hapvida passariam a deter 53,6% do capital social enquanto os da Intermédica vão ter 46,4%.

Ambas as empresas convocaram Assembleias Gerais Extraordinárias (AGEs) para o próximo dia 29 de março para deliberarem sobre o assunto, que dependerá de aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) caso seja aprovado.

Irlau Machado Filho, atual diretor presidente da Notre Dame, e Jorge Pinheiro, diretor presidente da Hapvida, atuarão como co-CEOs na nova empresa combinada.

O Conselho de Administração será ampliado para, no mínimo, nove membros, sendo dois indicados pelo atual Conselho de Notre Dame, cinco pela Hapvida, incluindo o presidente do colegiado e dois independentes.

Fonte: Com informações Estadão Conteúdo

 

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas