Conecte-se conosco

Belo Horizonte

Nem a padoca vai escapar da Onda Roxa em BH

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.
A Prefeitura de Belo Horizonte toma medidas mais restritivas para evitar o avanço do novo coronavírus, para isso no próximo domingo, dia 28 de março, supermercados e padarias também entram nas restrições e foram proibidos de funcionarem.
A decisão tomada pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) na manhã de terça-feira (23), e foi anunciada após realização de uma reunião com representantes do setor,.
Além das padarias e supermercados, a administração de BH também informou que o Mercado Central vai ser fechado no mesmo dia.

Coronavírus em BH

A capital mineira bateu a marca de 3 mil mortes por COVID-19 nesta segunda-feira (22). De acordo com a prefeitura, a cidade soma 3.020 óbitos pela doença no total, 32 a mais que no boletim anterior, divulgado nessa sexta (19).

Além disso, a prefeitura registrou taxa de uso global (SUS + suplementar) de 107,3%, recorde da pandemia.


BH disponibiliza 819 leitos de UTI no total, mas tem 879 pacientes com necessidade de passar por procedimentos que devem ser feitos na terapia intensiva. É um deficit de 60 vagas.

Por outro lado, as enfermarias registram queda na ocupação duas semanas depois do fechamento dos serviços não essenciais. O índice global caiu de 89,7% nessa sexta (19/3) para 87,9% nesta segunda.

COVID-19 em Minas

Minas registrou 3.897 casos e 68 mortes pela COVID-19 em 24 horas nesta terça-feira (23).
De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). No entanto, para se ter uma noção mais precisa do momento em que se encontra na transmissão da pandemia, é fundamental olhar para a média dos últimos sete dias, de casos e mortes. Desde 23 de fevereiro, essa média de casos está acima de 5 mil, com crescimento diário.
Em um mês o número de casos saltou de 5.145 para 8.501, um crescimento de 65%. A média de óbitos aponta 200 mortes diárias pela doença. Em 23 de fevereiro, a média era de 140, um crescimento de 42,8% em um mês.
FONTE: COM INFORMAÇÕES E.M
FOTO: IMAGEM ILUSTRATIVA WEB

Mais lidas