Conecte-se conosco

Editorial

Muitos já foram corrompidos, mas nem todos serão comprados!

Avatar

Publicados

em

Entre os filmes e histórias relacionadas a idade média nós temos como uma das prediletas a lenda de Robin Hood.

Se você não conhece a lenda do herói inglês, em breves palavras resumimos para vocês que o herói é alguém que deixou a nobreza e passou junto com um grupo de rebeldes a promover saques a realeza, e posteriormente, repartia tudo que foi roubado com os pobres e menos afortunados.

A lenda tem para os socialistas, o valor de que tirar dos ricos e dar par aos pobres é o equilíbrio que se deve ter em uma sociedade. Já para os capitalistas, colocar recursos financeiros nas mãos de plebe quer dizer um mercado aquecido e uma ampla possibilidade de comércio.

Apesar dos posicionamentos não são necessariamente por estes motivos que gostamos da história, e sim pelo fato de que aqueles que costumam tirar vantagem sobre o trabalho, sobre o suor dos que são menos instruídos, capacitados são finalmente defendidos por alguém.

Quando se fala de realiza se pontua que através de arrecadação de impostos o governo fica cada vez mais rico, pois somente aumenta os tributos e não necessariamente retribui esses valores para o povo em forma de benefícios e serviços e partindo dai, aparece aguem que queira mudar o sistema e fazer com que efetivamente a realidade seja um pouco mais justa.

Olhando por esse lado podemos fazer um paralelo com o que algumas empresas ligadas ao governo vem fazendo em nosso pais e aqui, em Nova Serrana, temos o claro caso da Copasa, que se encaixa perfeitamente nessa lacuna.

A pelo menos 08 anos, quando foi assinado o atual convenio da empresa para com o município, a companhia estatal vem usufruindo de isenção tributária e arrecadando com taxas e venda de serviço para mais de 37  mil residências de nossa cidade.

Quando se fala nessa arrecadação estamos falando de aproximadamente R$ 30 milhões por ano, sem que esses valores sejam revertidos especificamente em qualidade e prestação de serviço adequada.

Não temos tratamento de esgoto, tão pouco coleta de esgoto de todas as residências e imóveis da cidade, não temos um abastecimento que possa ser ao menos chamado de irregular, afinal, as interrupções no fornecimento de água por períodos que chegam a ser absurdos se tornou uma irregularidade.

A partir dai surgiu a necessidade de que algo fosse feito contra a empresa. Muitos “heróis”, fizeram barulho, bateram na mesa, fizeram discursos inflamados, mas quando são colocados frente a frente com a realeza ou se seduzem pelo poder, ou se intimidam diante do mesmo.

A estatal ainda balbucia com um arrotar com odor de comida estragada, ou melhor com o odor do esgoto que deveria ser tratado, mas mal mal é recolhido, que uma tarifa social é aplicada para beneficiar os menos afortunados na cidade.

E com essas desculpas se montou o cabresto e um contrato que molestou já por 08 anos a cidade foi assinado sem que fosse realmente pensado nas obrigatoriedades e garantias da contrapartida.

Pois bem, não surgiram Robin Hoods, mas o que os vereadores fizeram com a instauração da CPI foi definitivamente afirmar que por aqui haverá autoridades que não vão se sujeitar aos mimos da realeza. A CPI que pelos quatro cantos do estado foram também instauradas e terminaram em pizza terá efetivamente penalidades e intervenções quanto as práticas desvairadas e irresponsáveis por parte de quem efetivamente tira dos pobres e enriquece sem contrapartida.

Agora para tentar atacar a realeza os legisladores estão buscando a retirada dos privilégios tributários da estatal, e se para muitos essa medida é pequena diante do que realmente representa a empresa é bom lembrar que não se vence uma guerra de uma vez, é necessário batalha por batalha ganhar território e se impor mediante ao seu adversário.

É importante ainda ressaltar que quem muito tem, nada quer perder e sendo assim, caso a empresa venha ter que realmente pagar tributos ao município, ela se sentirá ao menos incomodada e entenderá que nessa terra tem alguém que a defende, que se propõe a tirar dos ricos e repartir para os pobres, que não tem medo de enfrentar todo o poder que muito já corrompeu, mas que nem todos pode comprar.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas