Conecte-se conosco

Governo Estadual

Morre jovem de 18 anos com suspeita de coronavírus em BH

Avatar

Publicados

em

Belo Horizonte pode registrar o primeiro óbito por novo coronavírus em Minas Gerais. Um jovem de 18 anos morreu, nessa quarta-feira (25), com sintomas da infecção após ser internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pediátrica do Hospital Infantil São Camilo, na região Leste da cidade.

Amostras do adolescente já foram coletadas e a unidade de saúde aguarda resposta para confirmar ou descartar a suspeita da contaminação pelo novo coronavírus. Ainda não se sabe quando o diagnóstico será publicado.

A Unimed-BH, empresa que administra o São Camilo, declarou que o rapaz morreu com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Ele era portador de comorbidades não especificadas.

Questionada, a empresa não detalhou quando o adolescente deu entrada na unidade. Através de nota, a Unimed garantiu ter seguido todo o protocolo necessário. O caso do garoto está entre os suspeitos notificados ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Estado de Minas Gerais (CIEVS-MG).

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) não se pronunciou a respeito do óbito investigado. O órgão declarou apenas que o balanço epidemiológico do novo coronavírus é publicado diariamente e que, até o momento, não há registros de mortes em decorrência da infecção em Minas Gerais. Último relatório publicado pela SES aponta que, nessa quinta-feira (26), havia 96 casos de coronavírus apenas em Belo Horizonte, e outros 57 no Estado.

Leia, na íntegra, a nota da Unimed-BH:

A Unimed-BH informa que nessa quarta-feira, dia 25, veio a óbito no Hospital Infantil São Camilo um adolescente, de 18 anos, com síndrome respiratória aguda grave e portador de comorbidades. O paciente estava internado na UTI pediátrica da unidade. O Hospital seguiu todo o protocolo, fez a coleta do exame e notificou o caso suspeito ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Estado de Minas Gerais (CIEVS). Não há confirmação de infecção por coronavírus.

Foto/Fonte:  Alex de Jesus /O Tempo

Mais lidas