Conecte-se conosco

Colunistas

Minha lista das melhores coxinhas de Nova Serrana

Osvaldo de Évora

Publicados

em

A coxinha é algo tipicamente brasileiro e sucesso em lanchonetes, bares e festinhas infantis em todo o país há mais de seis décadas.

Sua origem é controversa e alguns historiadores dizem que ela teria surgido no final do século XIX em São Paulo em um período de grande industrialização da cidade e o objetivo de sua criação seria uma forma de alternativa mais barata às coxas de frango.

Outros historiadores defendem a teoria de que uma cozinheira da família imperial a inventou para satisfazer um dos filhos da Princesa Isabel que teria ficado alucinado com o sabor do salgadinho. Mas o que se sabe é que a receita se popularizou de fato na década de 50 quando conquistou os moradores do Rio de Janeiro, então capital do país.

Sou um grande apreciador de coxinhas e mesmo tendo que evitar ingerir frituras acabo consumindo com relativa frequência. A coxinha perfeita tem que ter formato ideal, o tom não pode ser nem muito escuro nem muito claro e a massa e o recheio precisam estar em sincronia.

Eis então as melhores coxinhas de Nova Serrana na minha opinião (não que houvesse a necessidade de ressaltar que a opinião seja minha, pois se a coluna é minha presume-se que a opinião também seja, mas prudência e canja, ou coxinha de galinha, não fazem mal a ninguém).

A coxinha do Vandinho encabeça essa minha lista. A lanchonete do Vandinho, situada na Praça do Savon, possui uma das coxinhas mais estonteantes que Nova Serrana possui, e caso você for até lá recomendo também o suco de laranja que é simplesmente o suprassumo dos sucos naturais que já experimentei.

Sucão Lanches: Tradição e qualidade são as melhores definições para descrever a coxinha do Sucão. Ela tem o formato, espessura, tom, massa e recheio perfeitos. É um patrimônio histórico gastronômico de Nova Serrana, simplesmente espetacular, e olha que ela nem é o carro-chefe do Sucão, que é seu rocambole de frango com tomate. Quando for até lá vá com muita fome e peça os dois.

Lanchonete do Moza: Essa coxinha é mágica e quem não experimentou ainda está perdendo um dos maiores aperitivos de Nova Serrana. Ela tem sabor inconfundível e recheio e textura suaves, minha sugestão é que assim que você ler essa coluna corra até lá e experimente. Tenho certeza que você vai querer saborear outra em seguida.

Zé da Coxinha: Com uma receita guardada a sete chaves como um tesouro escondido em alguma ilha do Caribe ou um segredo de estado inconfidencial, a coxinha do Zé da Coxinha se mantém como uma lenda viva da gastronomia de Nova Serrana, não sei porque nenhum vereador ainda não apresentou um pedido de tombamento dessa coxinha. Ela é uma relíquia. Deveríamos ter um feriado municipal para celebrar essa coxinha.

Bom, certamente depois dessa lista boa parte dos leitores ficará com muita fome assim como eu fiquei, um alívio para todos aqueles que tiveram que suportar ao terrível suplício de lerem minha coluna da última semana onde tratei de um tema desagradável e indigesto ao paladar de alguns, que foi a minha lista dos melhores vereadores de Nova Serrana.

Fui chamado de imbecil e questionaram até se de fato eu morava em Nova Serrana, veja só. Porém até a presente data ainda estou aguardando destes mesmos que me criticaram uma lista de vereadores que me faça crer que existam melhores nomes no meio político de Nova Serrana disponíveis a uma possível candidatura nestas eleições.

Isso é um pedido a vocês leitores: Façam suas listas, discutam com seus conhecidos, elevem os debates para um nível maior do que chamar este ou outro colunista de imbecil, façam levantamentos e apontem fatos, saiam do conforto de apenas criticar em redes sociais. Criticar faz parte do jogo democrático, é saudável, mas ainda mais saudável é refutar o argumento daqueles que vocês criticam apontando melhores alternativas.

É muito fácil alguém vir e apontar um bom nome para vereador apenas, mas quero que juntamente com este bom nome vocês apontem outros 12 bons nomes e justifiquem a escolha de cada um. O seu candidato favorito não vai atuar sozinho na câmara. Pensem, analisem, pesquisem, e aquele que apresentar uma lista convincente eu estarei publicando ela aqui nesta coluna.

No sábado pela manhã enquanto eu fazia compras no Mac do centro, fui questionado por um amigo:

“Osvaldo, os críticos estão enlouquecidos, escute estes áudios que estão circulando pelos grupos!”

Em um áudio alguém dizia o seguinte: “Eu nunca tinha visto o Osvaldo tão tonto assim nem das vezes que topei com ele no Bar do Pisquila”

E então não conseguimos conter as gargalhadas em pleno supermercado cheio, com pessoas passando por nós sem entender porque dois senhores de meia idade se engasgavam de tanto rir em meio a tanta crise.

Um pequeno momento de descontração nestes tempos bicudos e de intolerância. Mas o meu pedido está aí, vocês podem mais. E o mesmo vale também para a lista das coxinhas, mas essa é mais difícil de vocês refutarem do que a dos vereadores.

OSVALDO CAMPOS MENDONÇA DE ÉVORA é jornalista e escritor, com experiência no jornalismo impresso, no rádio e também em publicidade e propaganda. É um democrata que defende o meio ambiente e a sustentabilidade, que valoriza o diálogo entre os diferentes lados políticos e que ressalta a importância da educação e da ciência.

Mais lidas