Conecte-se conosco

Governo Estadual

Macrorregiões Centro e Triângulo do Sul regridem para a onda vermelha do Minas Consciente

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

As macrorregiões Centro, que engloba a Região Metropolitana de Belo Horizonte, e Triângulo do Sul regrediram após apresentarem piora nos indicadores utilizados para medir a evolução da pandemia da covid-19 no estado.

Segundo o Governo de Minas ambas devem seguir, a partir do próximo sábado (13), as recomendações da onda vermelha do Minas Consciente, a mais restritiva do plano. A decisão foi tomada pelo Comitê Extraordinário Covid-19, durante reunião na última quarta-feira (10).

Já as regiões Centro-SulLeste e Vale do Aço poderão avançar para a onda amarela. Nenhuma das microrregiões se encontra atualmente na onda verde, a mais flexível do plano do Governo de Minas para a retomada da economia de forma gradual e segura.

Nesta terceira fase do Minas Consciente, todas as atividades ficam permitidas em todas as ondas, desde que cumpram algumas regras, como distanciamento e limitação máxima de pessoas.

Cautela

Na última semana, o número de casos e óbitos subiu 5,3% e 6%, respectivamente, no estado. O governador Romeu Zema lembrou que a pandemia está em um momento crítico e que é preciso manter todos os cuidados para conter o avanço da doença.

“A situação do estado continua crítica, com muitos casos e muitos óbitos. Tivemos duas regiões com regressão nesta semana. Precisamos manter o uso de máscara, o distanciamento e as medidas de higienização. Isso tem ajudado a salvar vidas e precisamos continuar até que o processo de vacinação avance nos próximos meses”, disse.

Carnaval

Zema também pediu que a população não aglomere durante o período de Carnaval, entre os dias 12 e 17 de fevereiro.

“Nenhum município terá desfile de qualquer natureza no Carnaval. Todos os prefeitos estão cientes da gravidade em que se encontra a pandemia, não só em Minas como em todo o Brasil. As nossas Forças de Segurança trabalharão no sentido de evitar qualquer aglomeração ou evento durante o período. É uma data que muitas pessoas apreciam, mas infelizmente teremos que postergar a festa, porque a prioridade é salvar vidas”, afirmou.

Adesão
Até esta quarta-feira (10), 665 municípios já haviam aderido ao Minas Consciente, o que representa 78% do estado. Ao todo, 12,5 milhões de mineiros foram contemplados pelo plano.

Fonte: Agência Minas

 

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas