Conecte-se conosco

Atualidade

Itaúna decreta reabertura do comércio no mesmo dia em que há 1º caso de Covid-19

Israel Silveira

Publicados

em

Estabelecimentos como barbearias, bares e lojas podem voltar a funcionar, com algumas restrições

O prefeito de Itaúna, Neider Moreira de Faria, decretou nesta terça-feira (14) que o comércio, indústria, prestadores de serviços e templos religiosos poderão retornar às atividades, com algumas medidas restritivas, a partir desta quarta-feira (15). Curiosamente, o decreto é assinado no mesmo dia em que o primeiro caso de coronavírus foi confirmados na cidade.

Segundo o documento, o município se enquadra nos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde para promover o retorno gradual da circulação de pessoas, incluindo as atividades laborais, com segurança, evitando uma possível explosão de casos de Covid-19 sem que o sistema de saúde local tenha tempo de absorvê-los.

Entre os locais que podem funcionar, estão: barbearias, bares, lojas de departamento, de eletrodomésticos, de vestuário, de produtos de beleza, joalherias, gráficas, padarias, açougues, supermercados, lotéricas, lavanderias, chaveiros, hotéis, estacionamentos, indústrias, entre outros.

Porém, estes estabelecimentos devem adotar algumas medidas, como: distância mínima entre os clientes, higienização correta dos locais, um limite máximo de pessoas em seu interior, etc.

Lojas como: departamentos, artigos de esportes, ferragens, bijuterias, presentes, magazines, eletroeletrônicos, eletrodomésticos, colchões e móveis, óticas, vestuário, calçados, lojas de tecidos, armarinhos e aviamentos, relojoarias, serviços de impressão e cópias, joalherias, perfumarias e cosméticos, floriculturas e artigos pessoais, deverão obedecer a dias e horários de funcionamento pré-estabelecidos.

Continuam proibidos de abrir casas de shows, boates, danceterias, salões de dança, casas de festas, cinemas, teatros, parques de diversão, circos e autoescolas.

Para saber os detalhes sobre essas condições, leia o decreto AQUI.

Caso

A prefeitura de Itaúna confirmou nesta terça-feira o primeiro caso de coronavírus na cidade. Trata-se de uma mulher de 37 anos, que chegou de uma viagem a São Paulo e está em isolamento domiciliar sem sintomas. Há ainda 455 pessoas com suspeita da doença, e uma morte que está em investigação.

Apesar do decreto ter sido publicado antes da confirmação desse 1º caso, a prefeitura da cidade confirmou à reportagem de O TEMPO que a decisão sobre a reabertura do comércio será mantida.

  • Fonte: O Tempo

Mais lidas