Conecte-se conosco

Economia

Greve dos petroleiros pode piorar abastecimento de combustível a partir desta terça-feira

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Coordenador do Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro MG) disse nesta segunda-feira que a greve nacional começa às 23h30 desta terça-feira

O abastecimento de combustível poderá piorar nos próximos dias. Ao menos é o que prometem representantes dos petroleiros.

Está marcada para começar a partir das 23h30 desta terça-feira uma greve nacional da categoria. O coordenador do Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro MG), Anselmo Braga, disse ao Estado de Minas, da porta da Refinaria Gabriel Passos (Regap), na manhã desta segunda-feira, que a paralisação está definida, a princípio, para durar 72 horas.

De acordo com o sindicalista, se a pauta de reivindicação não for atendida neste prazo de três dias, a paralisação será mantida por tempo indeterminado. Na pauta, diferentemente de movimentos anteriores, nenhuma reivindicação de cunho salarial ou de melhores condições de trabalho.

Os petroleiros vão parar com o único objetivo de pressionar a Petrobras a rever a política de indexação dos preços dos combustíveis, hoje atrelada à gangorra do mercado internacional. “Os preços exorbitantes nas bombas refletem essa política. Além disso, temos produção suficiente para, em vez de importamos petróleo refinado, o país estar exportando”, destacou o sindicalista.

De acordo com ele, a política de preços aliada à importação do combustível refletiu nos reajustes constantes dos preços dos combustíveis, que, por sua vez, levaram à greve dos caminhoneiros, que hoje completa oito dias.

Aeroportos

Para Anselmo Baraga,  do Sindipetro MG, não só a situação nos postos poderá se agravada com a greve dos petroleiros, mesmo se os caminhoneiros suspenderem a greve, mas aeroportos também podem cancelar maior número de voos e até parar o transporte por completo.

Anselmo Braga destaou que haverá redução significativa de combustível para transportar. Neste segunda-feira, na porta da Regap, ele e outros sindicalistas já testavam como será o movimento a partir das 23h30 deste terça. No local, o Sindipetro MG fazia piquete para atrasar a saída por duas horas, entre 7h30 e 9h30, dos caminhões-tanque.

Querosene

Dos oito principais aeroportos do país, apenas o Galeão, no Rio de Janeiro, e  Garulhos, em São Paulo, não dependem de fluxo externo, ou seja de caminhões-tanque com querosene para abastecer aeronaves.

Esses dois terminais são servidos por dutos ligados diretos nas refinarias da Petrobras. O que hoje representa a certeza de manutenção do serviço nesses aeroportos poderá significar o colapso do transporte aéreo também nesses locais. Segundo Braga, os dutos serão fechados.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas