Conecte-se conosco

Esportes

Galo defende invencibilidade em casa contra Atlético-GO em todo o histórico do confronto

Israel Silveira

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Alvinegro tem retrospecto muito favorável no duelo, com apenas uma derrota para o Dragão

O Atlético tem um histórico muito positivo diante do seu próximo adversário pelo Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 18h15, no Mineirão, o Galo recebe o Atlético-GO pela 30ª rodada competição. Como mandante, inclusive, o Alvinegro defende a invencibilidade em todo o histórico do confronto.


Foram quatro duelos amistosos e outros 11 válidos pelo Campeonato Brasileiro. Pela superioridade nos placares, o Galo também acumula saldo muito positivo no confronto. São 39 gols marcados e 20 sofridos.

Confira o histórico dos encontros entre Galo e Atlético-GO:

1954 – Atlético-GO 1 x 5 Galo (Amistoso)
1969 – Atlético-GO 0 x 1 Galo (Amistoso)
1969 – Atlético-GO 1 x 4 Galo (Amistoso)
1970 – Atlético-GO 1 x 4 Galo (Amistoso)
1980 – Atlético-GO 0 x 2 Galo (Campeonato Brasileiro)
1980 – Galo 3 x 1 Atlético-GO (Campeonato Brasileiro)
2010 – Galo 3 x 2 Atlético-GO (Campeonato Brasileiro)
2010 – Atlético-GO 2 x 3 Galo (Campeonato Brasileiro)
2011 – Galo 2 x 2 Atlético-GO (Campeonato Brasileiro)
2011 – Atlético-GO 1 x 0 Galo (Campeonato Brasileiro)
2012 – Atlético-GO 1 x 1 Galo (Campeonato Brasileiro)
2012 – Galo 2 x 2 Atlético-GO (Campeonato Brasileiro)
2017 – Atlético-GO 1 x 2 Galo (Campeonato Brasileiro)
2017 – Galo 3 x 2 Atlético-GO (Campeonato Brasileiro)
2020 – Atlético-GO 3 x 4 Galo (Campeonato Brasileiro)

Pelo primeiro turno do Brasileirão, na 11ª rodada, Galo e Dragão protagonizaram um duelo muito movimentado. A equipe goiana saiu na frente do placar e virou a primeira etapa vencendo.

No segundo tempo, o Galo empatou no início, mas viu o adversário voltar a ficar na frente dois minutos apenas depois. No entanto, após do segundo gol sofrido, a equipe de Sampaoli reagiu e fez 3 gols em apenas 18 minutos. Já nos acréscimos, o Dragão marcou mais uma vez e deu números finais ao placar, de 4 a 3 para o Alvinegro.

Na ocasião, Keno marcou três gols, feito que repetiria logo na rodada seguinte, na vitória do Galo sobre o Grêmio, por 3 a 1.

  • Fonte: Itatiaia
Leia mais...
Propaganda

Mais lidas