Conecte-se conosco

Policial

Ex-companheiro de mulher assassinada no Planalto está preso e pode ser o mandante do crime

Publicados

em

Caso suspeito seja indiciado como mandante, crime se torna passional sendo então o segundo feminicídio ocorrido em Nova Serrana somente no mês de setembro

 A Polícia civil de Nova Serrana segue investigando o crime ocorrido na cidade no último domingo que culminou na morte de Clemencia de Fátima Santos e novos indícios podem tornar o crime que inicialmente foi entendido como latrocínio a se tornar feminicídio.

Segundo apurado as investigações seguem na busca de provas e novos fatos relacionados ao homicídio, contudo o ex-companheiro de Clemencia foi preso em flagrante e conforme aponta as investigações ele pode vir a ser indiciado como mandante do crime.

Conforme indicam, a investigação caminha no entendimento de que o suspeito teria levado o autor do crime ao local e seria ele o mandante do crime. Se for confirmada a suspeita e as provas forem apresentadas, o suspeito será indiciado por feminicídio.

A delegada de polícia Drª Elenita Batista, no entanto afirma que ainda é muito cedo para que mais detalhes sejam dados e quaisquer suposições ou direcionamento das investigações podem interferir negativamente no trabalho da Polícia Civil. Drª Elenita, no entanto confirma que o ex-companheiro segue preso como suspeito do crime.

 Relembre o caso

No último domingo, dia 16 de setembro, Clemencia de Fátima Santos, foi alvo de um possível latrocínio em seu estabelecimento comercial. O crime aconteceu por volta das 22h50 no bairro Planalto.

Segundo as declarações de uma testemunha que também foi vitimada na ação dos bandidos, eles estavam no interior do bar de dona Clemencia, quando chegou um indivíduo de posse de um revolver prateado anunciou o assalto.

Os relatos das testemunhas apontam que o suspeito, ao entrar no estabelecimento, foi em direção à dona Clemencia dizendo que queria todo o dinheiro do caixa, tendo a vítima pegado R$ 40 em dinheiro que estava dentro de uma bíblia e passado para o autor.

As testemunhas apontam que após a vítima passar o dinheiro para o autor, este começou a agredir dona Clemencia batendo a cabeça da vitima contra a parede dizendo se ela não passasse todo o dinheiro iria matá-la.

Segundo informado a vitima repetiu por varias vezes que não tinha mais dinheiro, momento em que o autor efetuou vários disparos contra a vítima e evadiu em seguida do local em um veiculo Ford/Focus, cor prata.

De acordo com o boletim de ocorrência a Pericia Técnica constatou que a vítima foi baleada com três tiros, na testa, um no ombro direito e um na barriga.

PUBLICIDADE

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas