Conecte-se conosco

Economia

Em novo encontro com motoristas, Governo de Minas entrega demandas às empresas responsáveis por aplicativos

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Governo de Minas Gerais apresentou na segunda-feira, 08 de fevereiro, uma lista de demandas às empresas de aplicativos de transporte que atuam no estado. O objetivo é que elas também adotem medidas para apoiar o trabalho que vem sendo executado, por meio da Polícia Militar de Minas Gerais, para aumentar a segurança de motoristas e passageiros que usam as plataformas.


As ponderações foram feitas durante o terceiro encontro na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, entre o secretário-geral do Estado, Mateus Simões, o chefe do Estado Maior, coronel Eduardo Felisberto Alves, e representantes dos motoristas e também das empresas de aplicativo. A reunião contou com ainda com a participação do deputado estadual Bartô.

Segundo Mateus Simões, mais um passo foi dado para garantir maior segurança aos motoristas e usuários de aplicativos de transporte.

“Nós estamos na terceira reunião. Na primeira ouvimos as reivindicações dos motoristas. Na segunda apresentamos algumas soluções que a gente já tinha conseguido implantar. Essa terceira reunião contou com a presença de representantes das empresas de aplicativos, quando apresentamos as medidas que estamos adotando e uma lista de reivindicações que eles deveriam adotar para melhorar a qualidade e segurança dos serviços”, destacou o secretário.

Entre os pontos apresentados pelo Governo do Estado estão a melhora do sistema de identificação dos passageiros, assim como o mapeamento das chamadas “zonas quentes”, ou seja, áreas consideradas mais perigosas para as corridas. Outros pontos dizem respeito às mudanças nos procedimentos das corridas pagas em dinheiro, que são as que geram mais problema.

“Também é importante melhorar a qualidade de informação que os motoristas têm sobre usuários e o sistema de avaliação dele, o que poderia gerar um histórico de pessoas que causam problemas ao usar o aplicativo”, completou Simões.

As empresas se comprometerem a analisar as demandas apresentadas pelo Estado e retornar em um novo encontro nas próximas semanas.

Operações da PMMG

A Polícia Militar vem atuando de maneira preventiva e reativa, com a ampliação do monitoramento, plano de contingência, estruturação da rede de motoristas protegidos, aumento do número de militares nas viaturas, em locais estratégicos. Além disso, em alguns casos, poderão ser utilizados equipamentos tecnológicos para a prevenção de delitos. As medidas fazem parte do reforço dado pela PMMG em apoio ao trabalho dos motoristas de aplicativo.

Durante a reunião desta segunda-feira, foi relatado que resultados já têm sido colhidos, como quadrilhas descobertas e furtos interrompidos graças ao início das operações padrão de parada de aplicativos.

“Estamos adotando uma série de providências que têm melhorado a segurança, mas precisamos agora da colaboração das empresas, por isso elas foram chamadas. As operações policiais vão ser contínuas. A lógica é criar um novo sistema de acompanhamento da segurança dos motoristas e dos passageiros de aplicativos por um sistema contínuo de abordagem de todos os veículos que passem por qualquer lugar onde exista operação policial em andamento”, explicou o secretário.

Resultados

Em 2020, Minas Gerais encerrou com recorde na redução da criminalidade pelo segundo ano consecutivo. De janeiro a novembro, houve queda de 33,3% nos crimes violentos, o melhor resultado em criminalidade dos últimos nove anos. Esse percentual representa a ocorrência de menos 21.194 mil crimes violentos em relação a 2019.

FOTO/FONTE: GIL LEONARDI/AGÊNCIA MINAS

Mais lidas