Conecte-se conosco

Saúde

“Corujão da Saúde” – Saúde noturna eletiva pode virar lei em Nova Serrana

Avatar

Publicados

em

Vereador da entrada em projeto que autoriza e destina recursos para Corujão da Saúde, Secretária confirma que Hospital Dia terá atendimento noturno e divulga cronograma de atendimento de horário do trabalhador nos PSF’s de Nova Serrana

Foi dada entrada na Câmara Municipal de Nova Serrana o projeto de lei 0782018, de autoria do vereador Valdir Mecânico (PCdoB), que dispõe sobre a instalação do programa Corujão da Saúde.

Segundo consta no projeto, com a aprovação da lei, poderá ser implementado em hospitais e clínicas da rede pública, particular e filantrópica, através de convênios, que ofertam consultas, exames e cirurgias, em horários alternativos, preferencialmente das 18h a meia noite, conforme a capacidade ociosa de cada local.

O projeto visa ainda orientar que o poder Executivo Municipal dê preferência para que as consultas, exames médicos e as cirurgias que estiverem com mais de seis meses de espera, comecem a ser atendido tão logo o programa seja implantado.

Segundo consta na justificativa da pauta, o projeto tem como objetivo elaborar um plano de otimização à prestação do serviço de saúde. Cotidianamente, verifica-se que, por maior que seja o esforço do Poder Público em garantir a prestação deste direito fundamental, muitas vezes os entraves orçamentários e organizacionais dificultam à prestação desse serviço com a qualidade necessária aos usuários do sistema único de saúde.

A justificativa ainda ressalta que programas semelhantes foram desenvolvidos com êxito no estado de São Paulo e está em fase de implantação na cidade de Caldas Novas.

Proposta para Nova Serrana

Segundo o vereador a proposta tem como foco o direcionamento de consultas e atendimentos eletivos, e ele se justifica pelo perfil social de Nova Serrana. “Atualmente é difícil para o cidadão de Nova Serrana realizar, por exemplo, o controle e acompanhamento médico em determinadas especialidades não pela falta de oferta da prefeitura, mas pela rotina profissional, o trabalhador tem que faltar no serviço para ir a uma consulta e esse projeto irá auxiliar quanto a isso”, disse Valdir.

O vereador continuou sua defesa sobre a pauta abordando o fato de que recentemente foi ponderado que o número de exames e procedimentos agendados e com desistência é alto no município. “Recentemente a secretária de Saúde, que tem feito um belo trabalho na pasta, diga-se de passagem, afirmou que é alto o número de ausências em determinados procedimentos, entendemos que isso é um fato que tem como agravante a rotina de trabalho. Temos a convicção de que se os procedimentos forem oferecidos no período noturno a possibilidade de reduzir essas desistências será relevante”, ponderou o vereador.

Valdir ainda afirma que o projeto irá acrescentar muito no planejamento da saúde de Nova Serrana, uma vez que o prefeito anunciou recentemente que o Hospital Dia também funcionará no período noturno. “O Objetivo é que seja feito esse atendimento eletivo. Entendemos que ira acrescentar relevantemente na rede de saúde, afinal o prefeito anunciou que o Hospital Dia terá atendimentos no horário noturno, assim sendo, podemos expandir esse atendimento clinico eletivo a unidades de saúde nos bairro, assim o cidadão terá um atendimento qualificado em um período que não prejudique sua rotina de trabalho”. Afirmou Valdir.

Corujão da Saúde

O projeto do “Corujão da Saúde” foi desenvolvido e implantado pela Prefeitura Municipal de São Paulo que adotou o projeto no ano de 2017.

Segundo divulgado pela prefeitura e reproduzido em vários canais de notícias e meios de comunicação, em menos de três meses o programa atendeu 99,65% dos 485.300 mil exames, o que evidenciou o sucesso do programa.

Segundo a Prefeitura, foram realizados por meio do programa 342 mil exames em cerca de três meses (janeiro a março). Embora a fila encontrada pela gestão João Doria fosse maior, de 485 mil pacientes, a secretaria diz ter zerado a demanda por exames porque os demais usuários na lista de espera não precisavam mais ou então foram encaminhados para reavaliação médica porque já aguardavam havia mais de seis meses.

Os dados da prefeitura de São Paulo apontam ainda que 83,7% dos procedimentos foram realizados na própria rede municipal, o restante foi realizado em clinicas e consultórios particulares conveniados.

 Estudo de viabilidade com Secretaria de Saúde

O projeto apresentado irá tramitar ainda nas comissões e terá o parecer do jurídico da Câmara Municipal, como também será anexado na pauta o estudo de viabilidade e custos para que o projeto seja implantado em Nova Serrana.

Diante da prerrogativa da instalação do projeto, o vereador afirmou que a secretária responsável pela pasta será convidada a debater a viabilidade da pauta. “Vamos convidar a secretária de saúde a estar presente em uma reunião com os vereadores para debatermos a questão técnica e viabilidade da pauta, o projeto tem como caráter acrescer e auxiliar o desenvolvimento da saúde de nossa cidade, e diante disso o posicionamento dela será muito importante para que tenhamos uma pauta concisa e que pode resolutiva”, disse Valdir Mecânico.

Atendimento Noturno

Conforme pontuado pelo vereador, foi anunciado pelo prefeito ainda nesta semana que o Hospital Dia terá atendimento também em horário noturno e ainda nos fins de semana.

Diante da afirmativa a secretária Municipal de Saúde, Glaucia Sbampato, afirmou que alguns procedimentos serão sim realizados em horário estendido. “Alguns exames serão ofertados na parte da noite, atendimentos como endoscopia e ultrassom. Também será feito atendimento aos sábados e domingos, mas ainda não estamos com o cronograma devido ao atraso para o inicio dos atendimentos causados pela greve dos caminhoneiros que teve impacto na construção dos containers”, explicou a secretária.

Ainda sobre o atendimento em período noturno Glaucia pontuou que atualmente todas as unidades Posto de Saúde da Família (PSF), atendem em escala no horário do trabalhador. “Atualmente todos os nossos PSF’s, atendem uma vez por semana em horário do trabalhador, ou seja, realizam atendimento das 17h às 19h. Temos também o Postão do Planalto que atualmente realiza atendimento diário das 17H às 22h”, finalizou Glaucia Sbampato.

Mais lidas