Conecte-se conosco

Câmara Municipal de Nova Serrana

Conheça seu vereador: Ricardo Tobias

Avatar

Publicados

em

Visando um melhor conhecimento da população quanto aos vereadores eleitos para o próximo pleito, o Jornal O Popular lança, nesta sexta-feira, uma série de entrevistas com algumas perguntas e respostas realizadas com os 13 vereadores eleitos em Nova Serrana.

O objetivo desta ação é dar a todos uma melhor visão sobre o próximo legislativo, e ampliar a capacidade da população de entender sobre política e como será o cenário nos próximos quatro anos.

Ao longo do dia, serão postadas de meia em meia hora, os perfis e as respostas feitas a todos os 13 vereadores eleitos em Nova Serrana.

É importante ressaltar que a ordem de publicação segue a ordem de respostas encaminhadas a nossa reportagem.

Ricardo Tobias (MDB)

Nome: Ricardo de Freitas Tobias

Idade: 57

Local de Nascimento: Belo Horizonte/MG

Formação: Ensino fundamental completo

Qual sua bandeira e por quê?

R: É comum vermos agentes políticos muito ligados a uma determinada área ou tema e, diante disso, dedicam grande parte de seu tempo e trabalho em defesa dessas causas específicas. Eu acho muito válido, mas eu assumi um compromisso com o município de Nova Serrana e essa é minha bandeira.

Tenho certeza que essa cidade merece nossa total atenção em todos os seus setores como saúde, segurança, desenvolvimento humano, sustentabilidade e assim por diante. No meu ponto de vista, como vereador, tenho a responsabilidade de contribuir em todos os aspectos para que haja possibilidades de desenvolvimento da nossa indústria e comércio, para que haja melhorias na infraestrutura urbana e rural e, principalmente, para que a nossa população tenha mais qualidade de vida.

Qual será seu posicionamento político dentro da Câmara?

R: Eu sempre mantive o mesmo posicionamento político desde o dia em que cogitei me tornar vereador, que é defender o interesse público acima de qualquer coisa. O meu trabalho é, e sempre foi, ético, transparente e coerente com os anseios da população. Durante a nova legislatura que terá início em 2021 continuarei sendo o vereador da população de Nova Serrana e sempre me posicionarei de forma a garantir e resguardar os interesses dos nova-serranenses.

Em seu ponto de vista, qual o principal problema que Nova Serrana enfrenta atualmente e como você pretende atuar frente a isso?

R: Nova Serrana, possui características que a tornam única, e um deles é sua capacidade de crescer acima da média. Graças a Deus isso é uma dádiva porque somos capazes de gerar emprego e renda. No entanto, com tamanho crescimento surgem desafios enormes. Creio que daí vem os maiores problemas que atualmente enfrentamos, como a constante falta de água em algumas regiões; a destinação do lixo gerado no município; a necessidade de atualizar nossa legislação quanto às questões urbanísticas como o Plano Diretor, Lei de Uso e Ocupação do Solo; e quero acrescentar outro ponto que é resgatar a confiança da população no Poder Legislativo.

Como vereador sempre atuei em busca das soluções para as principais questões que o município enfrenta e vou continuar com essa missão. Por exemplo, quanto a falta de água, em um esforço conjunto com demais autoridades, buscaremos as melhores alternativas para resolver o questão contratual com a COPASA. Sabemos que houve a aprovação do projeto de lei que autoriza a licitação de uma nova empresa para prestar o serviço de abastecimento de água potável e tratamento do esgoto. Eu serei um dos vereadores a fiscalizar detalhadamente para que haja soluções definitivas com as obras de ampliação de reservatórios e distribuição sem interrupções, além de fiscalizar para que os dejetos passem a ser tratados e devolvidos aos rios da forma que cause menor impacto ambiental possível, obedecendo a todas as exigências da legislação ambiental.

Quanto a resgatar a confiança da população no Poder Legislativo eu quero dizer que, nesse ano de 2020, enquanto presidente da Câmara, já adotei medidas de controle dos gastos públicos, de austeridade com todo respeito que a população merece. Busquei mostrar que é possível fazer mais pelo Legislativo com cortes de despesas e grandes economias. Quero levar a população a estar mais próxima da Câmara, com atividades participativas e, juntos, continuarmos essa luta pela moralização e desenvolvimento do Legislativo Municipal.

As principais atribuições do vereador são legislar e fiscalizar. Qual desses dois atributos é mais necessário para melhorar a qualidade de vida na cidade?

R: Os vereadores possuem duas atribuições mais conhecidas que são a de Legislar e Fiscalizar. No entanto, o vereador também exerce atribuições de Julgar e Administrar; Lamentavelmente tivemos que exercer a função de Julgar nos casos dos processos de cassação. Já as funções de administrar são exercidas pelo presidente e membros da Mesa Diretora no desempenho das ações no controle das atividades internas da Casa Legislativa e todos os seus setores.

Mas quero dizer que para mim não há uma atribuição que seja mais importante que a outra. Todas são fundamentais e se complementam. O vereador deve estar apto para exercer todas elas e se dedicar completamente. Produzir bons projetos que se transformem em leis eficientes é uma imensa responsabilidade e cabe ao vereador essa missão, não apenas de produzir novas leis, mas de lapidar e atualizar as já existentes.

A função de fiscalizar é complexa e precisar ser constante. Ao ser empossado o vereador precisa assumir esse papel sabendo que o ato de fiscalizar inclui acompanhar os mínimos detalhes dos atos do Poder Executivo quanto a aplicação dos recursos públicos, o cumprimento dos deveres constitucionais, fiscalizar cronogramas de obras e programas sociais, qualidade na prestação de serviços públicos à população e assim por diante. No entanto, o vereador também deve fiscalizar e examinar atentamente todas as ações do Poder Legislativo e, até mesmo, de seus pares.

Os vereadores assumem o compromisso de zelar pela cidade e seu povo e, somente será capaz de cumprir com isso, aquele vereador que for íntegro e transparente no desempenho das suas atribuições.

Mais lidas