Conecte-se conosco

Benefício

Congresso aprova perdão de quase R$ 1 bilhão a igrejas evangélicas

Israel Silveira

Publicados

em

O prazo para a decisão do presidente termina no dia 11 de setembro. No mês de abril deste ano, Bolsonaro fez uma reunião entre o deputado federal David Soares (DEM-SP), filho do missionário R. R. Soares, e o secretário especial da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, para discutir os débitos dos templos religiosos.

As igrejas são alvos de autuações milionárias por driblarem a legislação e distribuírem lucros e outras remunerações a seus principais dirigentes e lideranças sem efetuar o devido recolhimento de tributos.

Apesar de ter imunidade no pagamento de impostos, o benefício não afasta a cobrança de contribuições (como a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, a CSLL, ou a contribuição previdenciária). São justamente estes dois tributos os alvos da anistia aprovada pelo Congresso Nacional, por meio do projeto de lei 1581/2020, que trata de descontos em pagamento de precatórios (valores devidos pela União após sentença definitiva na Justiça).

  • Fonte: A Tarde Uol

Mais lidas