Conecte-se conosco

Governo Federal

Brasil negocia para participar de testes para 1ª vacina contra COVID-19

Avatar

Publicados

em

Conforme afirmou o ministro da Saúde, Nelson Teich, em sua conta no twitter o Brasil está em negociações para participar do grupo que realizará os testes para a primeira vacina de imunização contra a COVID-19. “A gente está trabalhando para integrar um grupo que vai testar a primeira vacina para COVID-19. Estamos interagindo para fazer parte desse grupo. Isso é importante para o Brasil”, declarou Teich durante a coletiva de imprensa do Ministério, na tarde de ontem (11).

Em sua fala, o ministro Teich ainda acrescentou que o ministério não proíbe o uso de nenhum medicamento testado para o novo coronavírus, incluindo a cloroquina e a hidroxicloroquina. “O Ministério da Saúde não proíbe o uso dos medicamentos que vêm sendo testados para a COVID”, explicou sobre as drogas que podem ser ministradas para pacientes hospitalizados desde março.

vale ressaltar que por enquanto, não há um remédio específico contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2) e nem mesmo uma vacina para a COVID-19, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Nesse cenário, é mais do que necessário que países se envolvam com os últimos estudos sobre o vírus para proteger sua população. Ainda, no mundo todo, já são mais de 290 mil óbitos pela doença respiratória, de acordo com informações da Universidade Johns Hopkins.

Vacina no Brasil

Em coletiva de imprensa na semana passada, dia 6 de maio, o ministro já afirmava que o Brasil estava em negociação para ter cotas nos testes da primeira vacina contra o coronavírus. Na ocasião, Teich afirmou que buscava se antecipar para o surgimento de um tratamento mais efetivo contra a COVID-19 com os laboratórios.

Fonte: Canal Tech / Foto: Imagem Ilustrativa

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

JORNAL O POPULAR – A NOTÍCIA COM DEVE SER

Mais lidas