Conecte-se conosco

Bom Despacho

Bom Despacho registra alto índice de infestação por mosquito da dengue

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Levantamento aponta que 95% dos focos do inseto estão nas residências.

Com o foco dos municípios centrado nas divulgações de estratégias e informações sobre o enfrentamento ao Covid-19, a dengue um antigo inimigo da Saúde Pública, deixou de ser o centro das atenções, porém não deixou de agir.

Após ser realizado o primeiro Levantamento de Índice Rápido de Infestação pelo Mosquito Aedes aegypti (LIRAa) de 2021, a Prefeitura de Bom Despacho, obteve números que revelam uma altíssima infestação do mosquito no município.

De acordo com o Levantamento “o resultado do índice predial chegou a 15,4%, sendo que o ideal seria abaixo de 1%”. Informou a administração.

Segundo apurado no relatório, “95% dos criadouros do Aedes aegypti estão nas residências”. E ainda “os principais focos são materiais deixados nos quintais que acumulam água da chuva”.

É importante ressaltar na cidade de Bom despacho, “no ano de 2020, foram registrados 1215 casos registrados, sendo 645 confirmados e um falecimento. Desde o início do ano de 2021, foram registrados 10 casos suspeitos e nenhum confirmado”.

Por fim a administração informou que “alguns dos principais materiais encontrados no levantamento são: bacias, baldes, bebedouros de animais, brinquedos de crianças, caixas d’água, caixas de gordura, churrasqueiras, fontes ornamentais, garrafas, latas, lavatórios, ocos de árvores, panelas, pias, piscinas, pneus, poças d’água, ralinhos, sacolas, sucatas, tabuleiros, tambores de construção, tampas plásticas, tanquinhos, vasilhas plásticas, vasos de plantas, vasos sanitários”.

FOTO: IMAGEM ILUSTRATIVA

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas