Conecte-se conosco

Governo Municipal

Segunda etapa da vacinação contra gripe vai até 8 de maio

Avatar

Publicados

em

Foi iniciada pela Secretaria Municipal de Saúde em Nova Serrana a segunda etapa da campanha de vacinação contra a gripe no município. Segundo informado pelo executivo nesta fase a vacinação acontecerá até o dia 8 de maio.

Conforme repassado a segunda etapa da campanha de vacinação tem como público alvo os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população carcerária, funcionários do sistema prisional e profissionais das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuário têm prioridade nesta etapa.

Segundo os dados repassados pela prefeitura na primeira fase, foram vacinados 3.754 idosos, o que representou no município uma cobertura acima da media estipulada, ou seja 101% dos idosos.

Também de acordo com a administração 743 trabalhadores da saúde foram imunizados na primeira fase da campanha, sendo importante ainda ressaltar que pessoas pertencentes a estes dois grupos que ainda não se vacinaram podem procurar uma unidade de saúde para receber a dose.

De acordo com o Ministério da Saúde, algumas categorias de risco clínico de portadores de doenças crônicas têm prioridade. A lista de grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais com prioridade para vacina da Gripe segue no final deste texto.

Cabe ainda ressaltar que as vacinas estão disponíveis nas unidades de saúde (UBS e PSF) e na policlínica. A vacina contra a gripe não protege contra o novo coronavírus, mas, sim, contra três tipos de influenza (H1N1, H3N2 e Influenza B)

Em Nova Serrana, 18.040 pessoas fazem parte dos grupos prioritários. A meta é vacinar 90% dos indivíduos pertencentes a estes grupos.

Influenza (Gripe)

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais e também pode causar pandemias.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que a ocorrência de casos da influenza varia de leve a grave e pode levar ao óbito.

A hospitalização e morte ocorrem principalmente entre os grupos de alto risco. Em todo o mundo, estima-se que estas epidemias anuais resultem em cerca de 3 a 5 milhões de casos de doença grave e de cerca de 290.000 a 650.000 mortes.

A transmissão ocorre principalmente pelo contato com partículas eliminadas por pessoas infectadas ou mãos e objetos contaminados por secreções. É elevada em ambiente domiciliar, creches, escolas e em ambientes fechados ou semifechados, dependendo não apenas da infectividade das cepas, mas também do número e intensidade dos contatos entre pessoas de diferentes faixas etárias.

Confira o horário de vacinação de cada unidade:

 

Mais lidas