Conecte-se conosco

Policial

Rapaz mata ex-namorada com tiro na cabeça e comete suicídio em Nova Serrana

Publicados

em

Mais um crime brutal seguido de suicídio comove a população de Nova Serrana, novamente por questão de ciúmes e por não aceitar o fim de um relacionamento uma jovem foi morta por seu ex-namorado.

O crime aconteceu nesta terça-feira, dia 17 de abril, quando a jovem Luana Gomes de souza com 22 anos de idade foi baleada na cabeça e na coluna por seu ex-namorado, Wesley Jakson Luis, também com 22 anos de idade.

Segundo apontou a assessoria de comunicação organizacional do 60º Batalhão da Polícia Milita (BPM) após atirar na ex-namorada, Wesley tirou a própria vida também com um tiro na cabeça.

Segundo apurado Wesley Jackson Luis de 22 anos natural de Diamantina teria cometido o crime por não aceitar o fim do relacionamento, que teria durado um ano e terminado há aproximadamente dois meses.

De acordo com uma entrevista dada pelo pai de Luana para a equipe de jornalismo da rádio 96 FM, o pai da vitima saiu de casa com sua mãe para dar um passeio, pouco tempo depois recebeu uma ligação de que algo errado estaria acontecendo próximo a sua residência.

Ao voltar para casa ele deparou com pessoas próximas a sua residência e ao entrar em casa encontrou sua filha ainda com vida e consciente.

Luana chegou a ser socorrida e foi levada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde foi constatado que o projétil estava alojado no maxilar, contudo foi identificado na unidade mais uma perfuração na coluna, e após sofrer quatro paradas cardíacas, Luana não resistiu e veio a óbito.

Wesley que cometeu o suicídio atirando em sua própria cabeça foi encontrado ferido e também chegou a ser socorrido, no entanto não resistiu ao ferimento e morreu também na UPA.

Ainda de acordo com o setor de comunicação do 60º BPM, existem registros e histórico de agressões entre o casal, sendo registro por lesão corporal e outro por descumprimento de medida protetiva, quando o suspeito foi preso.

A perícia esteve no local e apreendeu a arma usada pelo autor, um revólver calibre 38 encontrado debaixo do corpo de Wesley.

O corpo de Luana foi velado na Igreja Assembleia de Deus do bairro Veredas da Serra, congregação religiosa da qual a família  da vitima faz parte.

*Foto: Redes sociais

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas