Conecte-se conosco

Educação

Zema sinaliza volta às aulas presenciais em escolas estaduais de Minas

Avatar

Publicados

em

Governo vai anunciar nesta semana um plano de retomada das atividades presenciais nas instituições de ensino

Governo de Minas já pensa na retomada das aulas presenciais nas escolas estaduais em solo mineiro. Segundo o governador Romeu Zema (Novo), em algumas cidades, já há condições de retorno às atividades nas instituições, esvaziadas desde março deste ano devido à pandemia do novo coronavírus. Desde então, as aulas têm sido realizadas de forma remota, via TV, rádio, internet ou com disponibilização e busca do próprio material impresso.

“Sou da opinião, sim, que nós já temos condições de retornar, porque o número de casos e óbitos têm caído de forma consistente, e hoje temos um ‘colchão’ de segurança na rede hospitalar. Não podemos mais continuar prejudicando alunos, pais, que têm tido trabalho grande, e essa falta de aula causa problema mental nas crianças também, trancadas em casa, sem convivência social. Estaremos fazendo um esforço para que isso ocorra”, disse Zema, em entrevista à Rádio CBN, na manhã desta terça-feira.

Zema também afirmou que as decisões sobre as retomadas serão baseadas em um protocolo criado em conjunto pelas Secretarias de Estado de Saúde e de Educação, que será anunciado ainda nesta semana. “Nossa secretária, nesta semana, ainda vai dar uma entrevista coletiva detalhando todo esse plano que está sendo construído neste momento”, contou.

O governador novamente frisou que qualquer tomada de decisão sobre a retomada das aulas presenciais cabe aos prefeitos. “O próprio STF decidiu que é competência do município deixar ou não um estabelecimento funcionar. O Estado vai orientar, oferecer um protocolo que dará segurança, mas ainda cabe a cada prefeito a decisão”.

“Esse assunto realmente tem causado muita polêmica. Mesmo dentro da educação e dentro da saúde, há opiniões muito divergentes, mas neste momento nossa Secretaria de Saúde e de Educação estão trabalhando em conjunto na construção de protocolos para que nós venhamos a ter um retorno seguro das aulas. A data ainda será informada. Estamos criando critérios, mas vale levar em consideração que temos situações diferentes no estado. Há a onda verde em umas regiões, amarela, vermelha, tudo isso será levado em consideração. Queremos que seja o mais seguro possível”, completou Zema.

O novo coronavírus já matou 6.764 pessoas em Minas Gerais, segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde nesta terça-feira. Ao todo, 273.233 pessoas foram infectadas, e 239.717 conseguiram se recuperar da doença. O Estado ainda acompanha 26.752 casos.

Construção coletiva

Zema também afirmou que o planejamento para a retomada das aulas presenciais em algumas cidades está sendo feito por mais de um órgão. O governador já antecipou que a volta à escola será diferente do convencional, com alguns protocolos estabelecidos e buscando distanciamento necessário para o momento.

“Tudo isso, quero deixar claro, está sendo construído em quatro mãos. Com Ministério Público, com Tribunal de Justiça… não estamos tomando nenhuma decisão aleatória, não é o que acho que é certo, o que seria correto. Todos têm participado, e como disse, queremos que essa decisão seja bem embasada e seja técnica, sem levar em conta as ideologias. Sabemos que sempre tem a turma do contra, queremos ser isentos e fazer de forma segura. Pode ser que algumas as aulas sigam suspensas. E as aulas, com certeza, não serão como antes. Haverá muita diferença, sobre distanciamento, a respeito das medidas de proteção”, afirmou.

  • Fonte: Estado de Minas

Mais lidas