Conecte-se conosco

BR 262

Zema quer usar R$ 2 bi do Acordo de Mariana para viabilizar concessão das BRs 381 e 262

Publicados

em

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) pretende usar R$ 2 bilhões do futuro acordo de reparação do rompimento da barragem da Samarco em Mariana para viabilizar a concessão das BRs 262 e 381. Zema disse que ele e o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, se entenderam sobre a questão. As informações são da Rádio Itatiaia.


“Tanto eu quanto o governador Casagrande já concordamos que no Acordo de Mariana já vai ficar previsto algo como R$ 2 bilhões envolvendo Minas e Espírito Santo para que esse projeto de concessão fique de pé”, afirmou. “Então Espírito Santo e Minas já acordaram e é uma obra fundamental para o desenvolvimento do Vale do Aço e também criar um corredor de exportação de Minas para o Espírito Santo, o que beneficia muito também o Espírito Santo”, argumentou Zema

Ainda de acordo com Zema, o ministro da Infraestrutura disse que as concessões devem ser feitas de forma separada “para poder viabilizar a concessão”.

“É um projeto que está tendo dificuldade porque asfalto subiu o preço, aço subiu de preço, cimento subiu, os investidores estão muito avessos a fazer investimentos onde o risco de retorno fique ameaçado”, completou.

Acordo de Mariana

A repactuação do Acordo de Mariana está em discussão no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e prevê uma compensação da Samarco e suas controladoras pelos danos provocados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, em 2015. Ainda não há um valor definido.

Mais lidas