Conecte-se conosco

Cidade

Veja o Vídeo: Polícia Civil prende suspeitos por violência doméstica e produção de imagens íntimas de menores

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (DEAM) em Nova Serrana realizou no último fim de semana duas prisões relacionadas a violência contra a mulher a abuso contra duas adolescentes

Em um dos casos os suspeito, padrasto e tio das vítimas realizava filmagens intimas das menores por um celular escondido dentro de um espelho localizado no banheiro da residência em que moravam.

Segundo informado pela delegada Dra. Karina Trassara, responsável pela DEAM em Nova Serrana, em ambas as ocorrências a Polícia Civil realizou a prisão dos suspeitos que foram encaminhados para a unidade penitenciária, onde estão a disposição da justiça.

Violência doméstica

Segundo informado em coletiva realizada nesta terça-feira, dia 19 de janeiro, na última quinta-feira (14) a vítima, uma mulher desesperada foi até a delegacia reportar agressões de seu ex-companheiro.

De acordo com a delegada a mulher alegou que o indivíduo chegou a quebrar a porta de sua casa com o intuito de agredir a vítima.

“A mulher chegou a delegacia completamente desesperada informando que o ex-companheiro havia quebrado o vidro da porta de sua residência com o intuito de entrar e efetuar agressões contra a mesma”.

Segundo informado por Dra. Karine o suspeito foi preso em flagrante pela equipe da Polícia Civil em Nova Serrana.

“Rapidamente foram designados  investigadores que efetuaram buscas ao indivíduo, que foi localizado e preso em flagrante”.

Padrasto preso por filmagens intimas de adolescentes

Ainda no fim de semana, um homem identificado com idade de 30 anos foi preso, após ser denunciado por filmagens intimas de duas adolescentes de 13 e 14 anos.

Segundo apurado junto a Dra. Karine Tassara, o suspeito é padrasto e tio das duas vítimas, e as filmagens intimas eram realizadas através do espelho afixado no banheiro da residência.

“Um celular era colocado atrás do espelho do banheiro, que tinha uma pequeno danificado exatamente onde ficava a câmera do aparelho. O suspeito colocava o celular no modo de gravação, e quando as adolescentes iriam fazer sua higiene pessoal eram filmadas dentro do banheiro”.

“Diante da gravidade da denúncia e da materialidade dos crimes, entendemos pela prisão do suspeito, tendo em vista o risco que essas menores estavam correndo, além do histórico de violência doméstica do suspeito e seu envolvimento no mundo do crime”, conta a delegada ao explicar que recentemente foi concedida medida protetiva em favor da ex-companheira do suspeito.

De acordo com a delegada, o aparelho celular foi apreendido e o suspeito foi preso por meio de cumprimento de um mandado de prisão expedido pela comarca de Nova Serrana. Sendo ainda ressaltado a importância do apoio da PMMG, Poder Judiciário e Ministério Público, para a prisão do suspeito.

“É importante ressaltar a rápida ação do poder judiciário, do Ministério Público e do apoio da Polícia Militar que nos repassou importantes informações que foram usadas no caso”.

Na ocasião, a delegada regional em Nova Serrana, Angelita Viviane Soares, reforçou a importância da denúncia para o combate de crimes contra mulheres, crianças e idosos.

“Para nós, a denúncia é de extrema importância, para que possamos acolher essas vítimas e responsabilizar os autores”.

O investigado foi preso e levado à Delegacia de Polícia Civil em Nova Serrana; posteriormente, o preso foi encaminhado ao sistema prisional, onde se encontra à disposição da Justiça.

Canais de denúncia

Em Nova Serrana, para denúncias, a vítima ou qualquer cidadão pode procurar a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, na Rua Messias Augusto da Silva, 363, no bairro Laranjeiras.

Outra ferramenta disponível é o Aplicativo MG Mulher, disponível para download nos sistemas Android e IOS. O app foi desenvolvido pela Polícia Civil de Minas Gerais, com apoio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), e consiste em uma ferramenta voltada para a mulher, especialmente a que está sendo vítima de violência.

Denúncias anônimas podem ser realizadas pelo Disque Denúncia, no telefone 181; ou 180 (Central de Atendimento à Mulher); ou até mesmo pelo e-mail da delegacia: delegaciademulheresnovaserrana@gmail.com.

Confira o vídeo da coletiva realizada nesta terça-feira

 

Mais lidas