Conecte-se conosco

Administração

Tradicionais festas de carnaval do centro-oeste terão câmera de segurança e restrição para menores.

Avatar

Publicados

em

O Centro-Oeste já respira o clima de carnaval, mas a realização da festa em si é uma preocupação principalmente para os órgãos de segurança pública. Por isso as cidades de Oliveira, Itaúna e Itapecerica terão medidas diferenciadas no que tange a segurança pública.

Oliveira

Na cidade de Oliveira, a prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Comissão Organizadora, apresentou a programação oficial do Carnaval de Oliveira, um evento cultural voltado para a valorização dos Cain’águas e Batuques e Blocos.

Apesar da crise financeira enfrentada pelo município e o estado a cidade conseguiu viabilizar parcerias para realização do evento.

Uma das grandes novidades é o sistema de segurança montada para a festa. Em todos os pontos onde terá a concentração de pessoas serão monitorados por Câmeras.

Outra novidade para este ano é o um número maior de banheiros que serão colocados nas ruas da cidade.

O evento terá também praça de alimentação e brinquedos, para que todos, famílias e foliões, possam participar com muita disposição e alegria!

Itaúna

A Prefeitura de Itaúna reforçou a segurança com a contratação de seguranças e brigadistas para realização do carnaval 2019.

Segundo informado para a segurança dos foliões, serão realizadas revistas pessoais, inclusive com detector de metais. A festa também será monitorada por câmeras.

Diferentemente das outras cidades, o carnaval em Itaúna contará com seis dias de festa, tendo início no dia 28 de fevereiro. Ao todo oito blocos participam de desfiles e uma estrutura com shows também está prevista.

Itapecerica

Já em Itapecerica, também conhecida pela tradição do carnaval de rua, a justiça proíbe a entrada de menores em festas particulares de blocos de carnaval em Itapecerica.

Neste ano as tradicionais festas particulares dos blocos carnavalescos de Itapecerica não poderão contar com a participação de menores de 16 anos.

A proibição foi tomada por meio de uma liminar expedida no dia 18 de janeiro, pelo juiz Dr. Altair Resende de Alvarenga.

Após a manutenção da liminar, alguns blocos foram cancelados. Segundo publicado no site G1, os organizadores do bloco “Só A Nata” optaram por cancelar a festa. Já os responsáveis pelo bloco “Mal Dormidos”, o mais tradicional da cidade, afirmaram ter ficado surpresos com a decisão.

De acordo com Antônio Rodrigo, responsável pelo bloco “Só A Nata”, a decisão de cancelar a primeira festa particular organizada pelo bloco foi tomada, pois o bloco é muito familiar.

“Não tem condições de fazer [a festa]. Nosso bloco tem muita família e muita criança envolvida, então ficou difícil porque os pais, que tocam no bloco, queriam levar as crianças e não vão poder. Aí, preferimos cancelar. Já entramos em contato com quem comprou [ingressos] para ressarcir o valor”, contou.

Já Luiz Augusto Oliveira, presidente do bloco “Dos Mal Dormidos”, afirmou ter ficado surpreso com a decisão do juiz pois, como o bloco é realizado há 30 anos, muitos dos membros eram levados para a festa ainda pequenos pelos pais. “A gente não esperava por essa decisão judicial, mas vamos cumprir a lei. O bloco vai sair normalmente. Estamos providenciando os alvarás e alugamos um salão para fazer um churrasco na segunda-feira de carnaval. E, nessa festa, o menor não entra. Alguns pais que já haviam comprado os ingressos já foram devolver, porque sem os filhos eles não vão”, revelou.

Foto: portal Centro-Oeste

Publicidade

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas