Conecte-se conosco

Economia

Setor calçadista faz manifesto para volta das atividades industriais e comerciais

Avatar

Publicados

em

O Setor calçadista brasileiro e mobiliza por meio de um manifesto para que seja retomada as atividades do setor industrial e comercial voltado para a produção de calçados em todo o país.

Preocupadas com a preservação de mais de 1,5 milhão de empregos na cadeia coureiro calçadista, que é composta por empresas fornecedoras de insumos até a ponta do varejo, as entidades setoriais Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Associação Brasileira dos Lojistas de Artefatos e Calçados (Ablac), Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para os Setores do Couro, Calçados e Afins (Abrameq), Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) e Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) estão mobilizadas, em busca de um posicionamento do Governo Federal quanto ao retorno seguro das atividades.

Ciente de que as empresas precisam retornar ao trabalho como forma de sobrevivência e de redução dos impactos econômicos e no emprego, as entidades do setor também são unânimes em reconhecer a gravidade do novo coronavírus e a necessidade premente de preservação da saúde dos trabalhadores.

Portanto, é importante que, neste momento de crise, o Governo Federal, em sintonia com os governos estaduais, as autoridades sanitárias e médicas brasileiras, oriente o retorno das atividades de uma maneira segura e sustentável economicamente, atendendo pleitos já encaminhados via Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Mais lidas