Conecte-se conosco

Governo Municipal

“Será que o prefeito não tem o que fazer além de perseguir as pessoas?”

Avatar

Publicados

em

Presidente da Associação de Moradores de Areias Branca e Água Branca dispara contra Euzebio e afirma “Eu achei injusto e imoral eles procurarem a justiça para processarem o Dr. Bernardo. É uma baixaria, uma pouca vergonha”

Na última reunião ordinária da Câmara Municipal de Nova Serrana, o prefeito de Nova Serrana, Euzebio Lago, foi novamente alvo de críticas por cidadãos que utilizam a tribuna livre da Casa do Legislativo.

Desta vez as palavras foram direcionadas ao processo movido pela gestão contra o advogado e ex-diretor do Procon de Nova Serrana, Dr. Bernardo Ferraz, que para o senhor Almir Alves, presidente da Associação de Moradores do bairro Areias Branca e Água Branca, está promovendo perseguição pessoal contra Ferraz.

Entenda o caso

Conforme matéria divulgada na edição 1633, do dia 27 de fevereiro, o Executivo Municipal protocolou junto ao Ministério Público (MP) uma denúncia contra o ex-diretor do Procon de Nova Serrana, o advogado Dr. Bernardo Carvalho Ferraz.

Nas acusações apresentadas pela procuradoria do município, o executivo afirma que o advogado quando diretor do Procon Municipal cometeu crimes de improbidade administrativa quando era servidor do município.

Conforme apontado no documento uma documentação anexa a denúncia expõe que o advogado teria realizado mais de 300 audiências irregulares junto ao Procon.

Na denúncia que foi apresentada pela procuradoria por meio de um depoimento da servidora Francis Leila Barbosa Campos, é possível segundo a prefeitura, constatar que “Bernardo colocou o Procon Municipal a serviço do proprietário do chacreamento de Areias Brancas e Água Branca, visando fazer com que os moradores fizessem acordos para pagar as dívidas em atraso de compras de Imóveis”.

Defesa

Segundo o tribuno o executivo está equivocado quanto a situação e aos fatos envolvendo as negociações e o ex-presidente da associação. Almir afirma que a busca pelo acordo partiu de sua pessoa como presidente da associação. “Fui eu quem foi procurar o Procon para realizar as negociações, o Dr. Bernardo não foi atrás de mim, não foi atrás da imobiliária para fazer a negociação”.

Almir afirmou que a situação poderia ter sido resolvida por outro caminho, pois ele procurou pessoalmente a prefeitura porque os moradores não desejavam a judiscialização. “Eu procurei a prefeitura um dia antes deles entrarem com o processo contra a imobiliária a respeito da infraestrutura de lá. Não queríamos o processo, queríamos a negociação, mas infelizmente ninguém me deu ouvido na prefeitura, e dai surgiu infelizmente esse processo e ainda sem solução porque em segunda instância a justiça determinou que a infraestrutura deveria ser feita pela prefeitura”.

O presidente seguiu suas considerações afirmando que ele mesmo buscou as tratativas com a imobiliária. “Eu me aproximei da imobiliária em busca de fazer os acordos, até porque seria benéfico para a população e para a imobiliária. Infelizmente por falta de vontade do prefeito não foi solucionado nada, ele procurou um caminho ruim, lá não era necessário que a prefeitura tomasse esse caminho ruim. Procurei o Procon no intuito de caso vir a ocorrer uma reintegração de posse, se tiver feito a negociação a reintegração não iria ocorrer.  Tenho todos o documentos para caso o prefeito queira conversar”. Salientou Almir

Criticas e acusações

Segundo o tribuno o prefeito tem sido imoral com a forma como tem conduzido a situação. “Eu achei injusto e imoral eles procurarem a justiça para processarem o Dr. Bernardo, é uma baixaria, uma pouca vergonha. Será que o prefeito não tem o que fazer além de perseguir as pessoas? É Picolé é Abacaxi, é charneca, é José Silva, é Areias. O prefeito parece que nem sabe que sou presidente da associação, que estou respondendo por todos. E procurei o Procon e tenho documentos que comprova isso”.

Ainda criticando o chefe do executivo Almir afirmou: “Eu achava que o prefeito tinha mais coisas pra fazer. Por exemplo, meu filho hoje não foi pra escola porque não tinha água e o prefeito estava lavando rua com água potável. Tenho vários ofícios e tenho quase certeza que a maioria dos que levei a prefeitura devem ter ido parar no lixo porque jamais recebi uma resposta, já recebi foi as costas. Já tem cerca de 4 meses que estamos eu  o meu advogado tentando falar com o prefeito mas ele só nos da as costas. Eu simplesmente estou fazendo o trabalho da associação e fazendo o interesse dos moradores”.  Afirmou Almir.

Finalizando o presidente da associação considerou esta simplesmente colocando a verdade a tona. “Estou do lado da verdade, somos nós que estamos penando, não é o prefeito. Ele não deve nem saber o lado de Areias Brancas. Ano que vem vai saber porque vai lá pedir voto. Não estou falando mal dele, mas se ele tivesse aceitado tudo estaria resolvido. Deixo claro que as notificações eu me propus a pegar no Procon e levar até os moradores, eu fiz essa trajetória para fazer essas notificações. Caso amanhã o executivo queira tirar a prova de que foi eu que estive a frente das negociações pode vir porque tenho toda a comprovação”. Finalizou o tribuno.

Publicidade

Clique Aqui

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas