Conecte-se conosco

Governo Municipal

Secretário adjunto de comunicação é exonerado após críticas ao presidente Jair Bolsonaro e a crença em Deus

Avatar

Publicados

em

O prefeito de Nova Serrana, Euzebio Lago, exonerou no fim da tarde desta quarta-feira, dia 08 de julho o secretário adjunto de comunicação, Jonathas Wagner Jacino. A exoneração aconteceu após o ex-servidor, postar em sua própria rede social críticas ao presidente Jair Bolsonaro e a crença em Deus.

Jonathas Wagner, foi alvo de uma queixa crime do deputado federal Cabo Junio, após internautas de Nova Serrana procurarem o parlamentar, devido as falas do secretário adjunto referente ao presidente Bolsonaro e de que o chefe do executivo federal estaria com coronavírus.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o deputado afirmou que esperava uma resposta do prefeito de Nova Serrana quanto a postura do servidor.

Por sua vez, nesta tarde a prefeitura de Nova Serrana emitiu uma nota ao Popular, coma s seguintes considerações:

“O governo municipal não gerencia as opiniões e manifestações nas redes sociais de seus mais de 3.000 servidores efetivos, contratados ou comissionados.

Por outro lado, não apoiamos discursos extremistas que não encaminhem para a paz social.

Para nosso governo municipal toda vida importa. O direito à liberdade de ideia, crença e manifestação religiosa das pessoas, como emanado na Constituição Federal, também é defendido por nossa gestão.

A Justiça deve tutelar eventuais abusos no direito de liberdade de expressão”.

O secretário teria se envolvido ainda em outra polêmica relacionada à pandemia e a existência de Deus, que conforme postagem feita em sua própria rede social, Jonathas apontou ser inútil.

Veja o Vídeo: Postagens nas redes sociais feitas por secretário adjunto de comunicação de Nova Serrana, são alvo de queixa crime no MP

Confira a exoneração assinada pelo chefe do executivo municipal:

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

JORNAL O POPULAR – A NOTÍCIA COM DEVE SER

Mais lidas