Conecte-se conosco

Colunistas

Santo de casa faz milagre sim!

Dênio Benfica

Publicados

em

Atenção você empresário que procura por milagres (soluções) dentro da sua empresa e que na maioria das vezes busca os milagres em santos (profissionais) de fora, que não conhecem a cultura da empresa e cobram altos valores para resolver o problema.

Será que você empresário olha para os recursos internos que possui dentro de casa? Será que você da oportunidade para que seus santos mostrem seu poder? Será que você treina e capacita os seus profissionais da forma correta? Por outro lado, você profissional, busca se capacitar por conta própria? Ou fica colocando a culpa que a empresa não investe em treinamento e capacitação dos colaboradores? Que a empresa não da oportunidade para quem é de casa? Fica esse jogo de empurra empurra. Bom, a receita para resolução desse dilema se chama autoresponsabilidade.

Quem estaria certo? Os empresários por buscarem santos de fora para realizar os milagres ou os santos de casa por culpar os empresários por buscarem santos fora?

Na minha visão as duas partes estão erradas. Começo primeiro pelos empresários, que por sua vez não valorizam e não reconhecem quem está próximo. Certa vez em uma formação que fiz de Business e Executive Coaching, tive a oportunidade de conhecer um Coronel, ele me disse uma frase que ficou marcada em mim. Ele me disse “Dênio, não existe tropa ruim, existe tropa mal comandada”.

E eu refleti muito sobre essa frase e dei razão para ele. Pois você empresário, estaria preparando sua tropa da maneira certa? Prepara sua tropa constantemente? Ou deixa para última hora, quando a guerra já começou para preparar sua tropa? Querendo que um milagre aconteça da noite para o dia.

Outro fato bastante curioso é que os empresários valorizam muito quem vem de fora, parece que tem status, não tanto pela a expertise, mas sim pelo fato de ser um profissional que já prestou serviços em empresas A, B, C…

Na maioria dos casos esse profissional que vem de fora não conhece a história e nem a cultura da empresa, esse profissional chega e já quer adaptar a empresa a sua forma de trabalhar, não busca fazer adaptações e alinhar a forma de trabalho de acordo com que for funcionar melhor para a empresa e trazer melhores resultados.

Já pelo lado do profissional, estes na maioria das vezes faz apenas o básico, o profissional não busca pensar em novas formas de executar suas tarefas, não busca se questionar se existe outra forma de fazer aquela atividade para gerar resultados diferentes, para ser mais produtivo.

Não busca se capacitar e se especializar naquilo que faz e ainda reclama quando vem alguém de fora para fazer um serviço que ele se sente capaz de realizar, coloca a culpa nos patrões e se deixa desmotivar.

Então, o que fazer? Você profissional, busque se capacitar constantemente, faça por merecer ser promovido, ser valorizado, ser reconhecido. Não é querer, querer todo mundo quer, é querer e fazer acontecer na pratica, pois o que nos leva para outro nível são os resultados que geramos.

Não espere o momento certo para aprender algo novo, faça o momento certo ser agora. Esteja sempre preparado, pois nunca se sabe quando surgirá uma oportunidade. Já você empresário, olhe mais para sua equipe, para os santos que você tem em casa, capacite esses santos para que eles possam realizar os milagres que você tanto deseja.

Além de um melhor custo benefício, você terá uma equipe mais comprometida e engajada. Bom, o assunto pode gerar várias outras reflexões e debates, mas a mensagem que queria deixar é para os empresários valorizarem mais os recursos intelectuais que possuem internamente dentro das empresas, capacitassem mais esses profissionais para se tornarem excelentes em suas funções e para os profissionais, que estes busquem se diferenciar no mercado, fazer por merecer e se posicionarem perante as situações.

DÊNIO BENFICA é Administrador, MBA Controladoria e Auditoria, Pós Graduado em Engenharia de Produção, Coaching de Alta Performance e Desenvolvimento de Carreiras

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas