Conecte-se conosco

Economia

Romeu Zema decreta ONDA ROXA em Minas e medidas anunciadas por Prefeitura perdem validade nesta quarta-feira

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Não duraram nem mesmo 24 horas. As medidas de enrijecimento da onda vermelha adotadas pelo executivo de Nova Serrana perdem a validade com a determinação do Governador de Minas Gerais, Romeu Zema, onde todo o Estado, inclusive Nova Serrana, passam a estar oficialmente na Onda Roxa do Minas Consciente a partir da próxima Quarta-feira, dia 17 de março.


O anúncio do Governador no entanto já era esperado pela administração municipal, isso porque em live o próprio prefeito Euzebio Lago, informou que era aguardado um comunicado de Romeu Zema nesta terça-feira (16), onde possivelmente seria determinado a Onda Roxa em todos os 853 municípios mineiros.

Segundo apurado junto ao secretário municipal de governo, Marco Aurélio de Lacerda, as medidas da onda roxa praticamente já haviam sido implementadas com o decreto feito pelo prefeito Euzebio Lago.

“Nós estamos seguindo praticamente todos os protocolos desta onda com exceção apenas do funcionamento do comércio. Estamos ainda aguardando a mudança de onda por parte do governo do estado, mas na prática, mudará muito pouco diante do decreto que publicamos em razão da rigidez que será imposta”. Disse o secretário.

As falas do secretário seguem as determinações do Governo de Minas quanto ao funcionamento das atividades econômicas durante a onda roxa, sendo permitido pela diretriz estadual o funcionamento da indústria, e fechamento de grande parte do comércio, sendo ainda permitido a prestação de alguns serviços, sendo sempre observado protocolos determinados pelo Minas Consciente.

“É uma medida dura, mas extremamente necessária neste momento para evitar um cenário pior do que já estamos vivendo. Faço um apelo a todos os mineiros: precisamos manter as medidas de proteção e distanciamento social. Não vamos deixar que o cansaço nos vença. Por favor, respeite e colabore para que possamos vencer essa guerra”, afirmou Romeu Zema, em vídeo divulgado nas redes sociais após a reunião.

A decisão de estender a onda roxa para todo o Estado foi tomada, segundo o governador, após ouvir os especialistas em saúde e o comitê de enfrentamento à covid-19, sobre a necessidade de adotar medidas mais restritivas e obrigatórias, e ainda, foi previamente comunicada aos prefeito em reunião realizada na última segunda-feira (15).

“As filas nos hospitais só têm aumentado. Sabemos que a solução definitiva para esse cenário é a vacinação. Ela está mais rápida, mas ainda é insuficiente para garantir a queda na busca por atendimento médico. Por isso, não nos resta opção a não ser adotar medidas mais restritivas. É uma questão humanitária, para não assistirmos cenas de horror”, disse Zema aos prefeitos.

É importante também ressaltar que com a onda roxa será intensificado a fiscalização dos órgãos de segurança, visando inclusive evitar a circulação de populares, conforme informou o o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, coronel Rodrigo Rodrigues.

“Vamos reforçar os nossos turnos, principalmente nos horários de 15h às 23h e 23h até as 6h, para evitar a circulação. Onde não há guardas municipais, a própria Polícia Militar está sendo orientada para dar esse apoio aos municípios. Principalmente em relação a aglomerações em sítios, pessoas fazendo churrasco. Vamos atuar efetivamente, como foi feito durante o Carnaval”, explicou.

Mais lidas