Conecte-se conosco

Brasil

Receita estuda prorrogar em até um mês prazo de entrega da declaração de imposto de renda

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2021, ano base 2020, termina no dia 30 de abril, contudo a Receita Federal tem analisado a possibilidade de adiamento, caso seja necessário, por causa do agravamento da pandemia de covid-19 e aumento de restrições.


Segundo apurado o Projeto do deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) prevê prorrogar até 31 de julho de 2021 o prazo para a entrega. O texto será votado ainda nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados.

Como justificativa, o autor da pauta defende a prorrogação por causa do agravamento da pandemia de covid-19  e por sua vez a Receita também não descarta o adiamento.

“Nós fazemos monitoramento diário, que indica que os números até agora estão acima da expectativa. Ainda não houve nenhum impacto no ritmo de entrega das declarações. O prazo vai até 30 de abril, por isso temos tempo ainda de avaliar se há necessidade ou não de fazer a prorrogação”, afirmou o secretário especial da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, em entrevista na quarta-feira (24).

Conforme informado pela Receita Federal, até a última segunda-feira (29), 8.992.283 declarações haviam sido registradas, das quais 32.512 foram entregues com certificado digital.

De acordo com a Receita, por enquanto, não há nenhum indício de atraso nem antecipação. Os declarantes estão seguindo o padrão que já acontece há anos.

“É importante que o contribuinte atente para o prazo de entrega, pois estando obrigado à apresentação da declaração e não o fazendo no prazo previsto, estará sujeito a multa”, informou em nota.

Mais lidas