Conecte-se conosco

Economia

R$1.045? Salário deveria ter sido de R$ 4.483,20 em março, diz Dieese

Israel Silveira

Publicados

em

O valor é 4,29 vezes maior que o salário mínimo estipulado pelo governo, em vigor no mês passado, de R$ 1.045.
O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgou ontem que o salário mínimo verdadeiro, necessário para sustentar uma família de quatro pessoas no Brasil, deveria ter sido de R$ 4.483,20, em março de 2020. O valor é 4,29 vezes maior que o salário mínimo estipulado pelo governo, em vigor no mês passado, de R$ 1.045.

Em fevereiro o salário necessário correspondeu a 4,18 vezes o piso vigente, ou seja, R$ 4.366,51. Em março de 2019, o valor foi de R$ 4.277,04, ou 4,29 vezes o salário em vigor na época, de R$ 998.

Todo mês, o Dieese publica uma estimativa de quanto deveria ser o salário mínimo verdadeiro, que atenderia as necessidades básicas do trabalhador e de sua família de acordo com o estabelecido na Constituição: moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e Previdência Social; todas as coisas necessárias para uma vida saudável, digna e completa que muitas vezes só se consegue através do uso do dinheiro.

O valor é calculado com base na cesta básica mais cara entre 17 capitais pesquisadas. No mês passado, o maior valor foi registrado no Rio de Janeiro (R$ 533,65), seguida por São Paulo (R$ 518,50) e por Florianópolis (R$ 517,13). Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 390,20) e Salvador (R$ 408,06).

Mais lidas