Conecte-se conosco

Editorial

Que bom seria se fossemos a cidade do desenvolvimento!

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Emanuel Kant já dizia que “É no problema da educação que assenta o grande segredo do aperfeiçoamento da humanidade” e se tratamos de evolução de desenvolvimento social não podemos fugir dessa primícia.

Nova Serrana é sem dúvidas a cidade que mais cresce no estado e consequentemente é uma das que tem o maior crescimento do país, contudo caros leitores será que seu desenvolvimento está relacionado à evolução?

Quando olhamos para as carências, para o comportamento humano, para as questões básicas que estão relacionadas ao ser social, podemos perceber que crescimento e evolução são coisas bem distintas.

Em nossa cidade, além de termos uma infraestrutura aquém do que realmente necessitamos pela quantidade de gente que chega a nossa terra e nos faz inchar dentro de nosso próprio território, temos ainda como agravantes a falta de educação.

De forma geral somos uma cidade de gente que não respeita as leis, não respeita o próximo e tem limitações significativas quando a educação erudita, ou seja, a ignorância passa pelo comportamento e tem como raízes a falta de estudo e conhecimento.

Sabemos caros leitores, que essas afirmativas batem como um soco bem dado na boca do estomago, e antes que sejamos crucificados sem que possamos concluir nosso raciocínio, queremos chamar a atenção de vocês para o parágrafo anterior, e ali usamos o termo somos, ou seja nos incluímos nesse contexto.

Usamos de nossa ignorância, para ferir, criticar e até enaltecer aqueles que estão no poder ou acima de nós, e por sua vez esses também usam da falta de educação para justificarem atos indevidos, incoerentes ou inadequados.

Nós temos em nossas mãos uma sociedade que cresce popularmente, mas que se limita a encontrar “pobremas”, em ter hábitos de leitura e estudo. E assim seguimos alimentando nossa “ingnorancia”, pelos grandes pensadores e donos da verdade das redes sociais.

Para mudar isso é necessário que alguns de nós tenhamos rompantes de sensatez e invistam em educação. Como é mostrada nesta edição, nossa cidade obteve bons resultados quanto ao desenvolvimento educacional.

Mas vejamos por outro lado, se nos orgulhamos de falar que somos a cidade que mais cresce no mundo, a capital do calçado, porque não nos esforçamos para que também sejamos referência na educação.

A questão é que em Nova Serrana a fórmula do sucesso está relacionada a uma forma arcaica de se pensar, afinal, quanto você conhece que conseguiram um certo sucesso (principalmente quando relacionamos isso a realidade vivenciada pelos migrantes em sua terra) sem terem um grau de estudo e erudição relevante.

De fato os antigos não estudavam porque não tinham opção, hoje a opção tem sido estudar o necessário para ter um trabalho e dinheiro. E essa forma de pensar esta relacionada a todo o sistema.

Jhon Locke com a Tabula Rasa afirmava que o homem é como um papel em branco que pode ser preenchido com os valores, conteúdo e ensinamentos que formarão o individuo. Assim sendo talvez percebamos por aqui que, estamos preenchendo o ser humano com tudo, e dando a educação um espaço mínimo, ou melhor, não tão relevante quanto deveríamos.

Pitágoras já dizia “eduquem as crianças, para que não seja necessário punir os adultos”, e aqui punição pode ser enquadrada tanto quanto a penalidades relacionadas a crimes e atos infratórios, quanto às consequências de atos de uma sociedade sem educação que vem degradando o valor humano dia a após dia.

Se olharmos para nossa cidade vamos perceber o quanto a educação poderia tornar tudo diferente, do atropelamento de uma criança na porta de casa a enchentes, conflitos relacionados a problemas de saúde e inúmeros outros problemas sociais que nessa terra de trabalho vivenciamos.

Por fim seguimos o pensamento de John Dewey, que dizia que “a educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida”. Sendo assim queremos ressaltar que nas mãos dos professores e do governo está o futuro da vida de nossa cidade.

Essa afirmativa quer dizer que conseguir uma boa nota no Ideb é algo positivo, mas bom mesmo seria se tivéssemos nessa consciência de necessidade e evolução humana por meio da educação disseminada e inserida em nossa sociedade de tal forma que não seriamos mais conhecidos como a cidade que mais cresce, mas como a cidade do desenvolvimento.

Isso tudo caros leitores é apenas um sonho, um sonho de um editor, de um jornalista, de uma redação, que em meio a sua “ignorância” tem lapsos de consciência que levam a uma reflexão sobre o que realmente construiria um futuro diferente para nossa cidade.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas