Conecte-se conosco

Colunistas

“Política é como nuvem. Você olha e ela esta de um jeito. Olha de novo e ela já mudou”

Osvaldo de Évora

Publicados

em

Fábio Avelar não vai se candidatar; Euzébio está reeleito!

No dia 26 de junho publiquei aqui nesta coluna o texto “O Misterioso Destino de Fábio Avelar”, detalhando o impacto que a decisão do deputado estadual Fábio Avelar, de se candidatar a prefeito ou não, teria nas eleições de novembro. Finalmente o deputado se manifestou. E a eleição está decidida.

Estava comendo um pé de frango com meus amigos no Bar do Pisquila quando recebi uma ligação de uma fonte próxima a Fábio Avelar:

– Osvaldo, o Fábio declarou que não será candidato a prefeito.

Quase me engasguei e meus amigos levaram um susto. Desliguei o telefone e disse para eles que Euzébio estava reeleito.

Não tem pra ninguém, Euzébio acabou de ganhar a eleição de 2020 em Nova Serrana e seus apoiadores já podem sair comemorando. Acho até que já estão, pois recebi um vídeo essa semana com um jingle dizendo “esse ano é nóis de novo”. E é mesmo. Será uma eleição para prefeito mais fácil do que a de 2008 quando Paulo César nadou de braçada rumo à vitória, tendo como oponente a fraquíssima chapa Telúcio/Juninho do Sindinova, apoiados por Joel, uma figura de um longínquo passado novasserranense.

Fábio Avelar seria o único nome possível para concorrer contra Euzébio e oferecer uma disputa acirrada no chamado “voto a voto”, uma eleição que possivelmente seria decidida na contagem dos votos da última urna. Com a desistência de Fábio, Euzébio pode seguir governando a cidade com tranquilidade sem se preocupar muito com a corrida eleitoral. Quem quer que sejam seus adversários serão meros figurantes nessa disputa.

Digamos que Paulo César tenha a coragem de se candidatar, a vitória de Euzébio nesse caso seria então ainda mais esmagadora. Quem sabe assim Paulo César desistiria de vez de concorrer a prefeitura em futuras eleições. O mesmo acredito que já tenha acontecido com Joel Martins, aquele que ficou em terceiro lugar numa disputa de três nas eleições de 2016, quando tentava a reeleição, uma derrota humilhante.

Essa semana também circulou um vídeo pelo whatsapp de um pré-candidato a vereador de Divinópolis, Eduardo Azevedo, irmão do falacioso deputado estadual Cleitinho Azevedo, que por falta do que fazer veio até Nova Serrana gravar um vídeo dizendo que “Nova Serrana está engolindo Divinópolis”. Porém no vídeo não vemos nada demais. O pré-candidato atribui investimentos privados a obras da prefeitura, tudo para tripudiar a administração divinopolitana.

Não se engane, Nova Serrana carece de muita infraestrutura ainda para se tornar uma possível referência em qualidade de vida na região. Durante anos foi vendida aqui a ideia de que crescimento demográfico era um sinal de evolução, enquanto os problemas da cidade se multiplicavam.

Nova Serrana está indo no caminho certo, e precisamos continuar desenvolvendo esse caminho. A reeleição de Euzébio é muito positiva para a cidade, pois sua administração terá mais quatro anos para continuar e aprimorar os investimentos feitos até aqui.

Em pouco mais de três anos sua gestão teve dois focos principais, a saúde e a educação.

Nova Serrana ganhou cinco novas UBS’s (Unidades Básicas de Saúde) em menos de três anos, um investimento em saúde inédito na cidade, pela quantidade de investimento e pela agilidade no processo. Nós saímos do patamar de uma cidade onde tudo era muito vagaroso e medíocre, pra uma cidade onde os projetos saem do papel e com qualidade.

A educação recebeu a mesma atenção com a construção de escolas com uma infraestrutura que a cidade não conhecia, com investimentos em CMEI’s e diversas obras nas escolas de todo município.

E futuramente uma escola estadual será construída no bairro Mariana Martins graças ao esforço conjunto do deputado estadual Fábio Avelar junto ao governo do estado. Lembrando que as duas últimas escolas estaduais inauguradas em Nova Serrana foram em 2008, nesses 12 anos a cidade cresceu absurdamente e a educação de ensino médio ficou a deriva de todo esse crescimento.

Nova Serrana precisa agora de um planejamento em longo prazo, de um plano diretor que seja elaborado por autoridades competentes em urbanismo, gestão ambiental, desenvolvimento sustentável e que tenham trabalhado em grandes centros e desenvolvido trabalhos de destaque. Precisamos pensar a Nova Serrana dos próximos 20 anos.

Estamos falando de uma cidade que chegou a marca de 100 mil habitantes e que nunca foi acostumada com cultura. É impossível investir na população, que é o elemento mais importante em uma cidade, sem investir pesado em cultura. A cultura precisa ser fomentada e ela traz retorno financeiro em longo prazo, é preciso enxergar isso.

E no meio ambiente Nova Serrana precisa de um estudo que envolva entidades ambientais sérias, essa cidade precisa de um programa de reflorestamento urgente, precisa despoluir os córregos que cortam o município porque a situação deles é caótica. E precisa de uma política ambiental que proteja as matas no entorno da cidade dos incêndios que acontecem todo ano.

Resta saber agora qual será o foco da administração de Euzébio Lago a partir de 2021, porque sua vitória nas eleições de novembro já está garantida. Desejamos que continue o bom trabalho que vem fazendo até aqui.

OSVALDO CAMPOS MENDONÇA DE ÉVORA é jornalista e escritor, com experiência no jornalismo impresso, no rádio e também em publicidade e propaganda. É um democrata que defende o meio ambiente e a sustentabilidade, que valoriza o diálogo entre os diferentes lados políticos e que ressalta a importância da educação e da ciência.

Mais lidas