Conecte-se conosco

Fatalidade

PM é baleado na cabeça com a própria arma durante assalto

Israel Silveira

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Vitima foi socorrida para o pronto socorro do Hospital Risoleta Neves; de acordo com a Polícia Militar, ele passou por cirurgia e está em coma induzido

Um policial militar do tático móvel da 21ª Companhia do 34º Batalhão de Belo Horizonte foi baleado na cabeça durante um assalto no bairro Palmares, na região Nordeste de Belo Horizonte, no início da madrugada deste domingo (27). O militar foi resgatado para o pronto socorro do Hospital Risoleta Neves, passou por cirurgia e está em coma induzido. O estado de saúde dele não foi informado.

De acordo com o boletim de ocorrência, os militares do 16º batalhão encontraram o cabo Marcos dos Santos Júnior, 33, caído na rua, com ferimento na cabeça provocado por disparos de arma de fogo, após uma chamada via 190. No local, havia ainda um carro batido que teria sido utilizado pelos suspeitos de cometerem o crime, uma arma e um carregador.

O militar, que não estava em serviço no momento do assalto, foi baleado após ser abordado por três homens em um veículo Gol que anunciaram o assalto. Durante a abordagem, o militar e dois dos três homens teriam entrado em luta corporal. Na luta, os suspeitos conseguiram pegar a arma do policial e efetuaram disparos contra ele.

Após os tiros atingirem o policial na cabeça, os suspeitos fugiram do local levando a moto, que foi encontrada pelos policiais do 16º batalhão abandonada a cerca de três quarteirões do local onde ocorreu o assalto.

No bairro São Paulo, vizinho ao Palmares, os policiais abordaram dois suspeitos que entraram em luta corporal com os militares e acabaram fugindo do local. Na fuga, eles deixaram um celular para trás que pertence ao militar baleado.

A ocorrência ainda está em andamento, mas a Assessoria da Polícia Militar informou que um adolescente suspeito de participar do assalto foi detido.

Clima de medo

Na rua onde o policial militar foi atingido por disparos na cabeça, moradores afirmam que o clima é de insegurança constante. Uma moradora que pediu para não ser identificada afirma que os terrenos baldios na região se tornam um chamativo para criminosos.

“O policial baleado não mora aqui que eu saiba. Parece que estava vindo de uma festa e acabou se metendo nessa confusão. Uma pena que gente do bem siga passando por esses problemas nessa rua e as autoridades não fazem nada”, disse.

  • Fonte: O Temo
Leia mais...
Propaganda

Mais lidas