Conecte-se conosco

Saúde

Ocupação de leitos de CTI da Santa Casa de BH com coronavírus atinge 100%

Avatar

Publicados

em

Na última sexta-feira, 03 de julho, a ocupação de de leitos de CTI com pacientes infectados pelo coronavírus atingiu 100% na Santa Casa de Belo Horizonte. Já a ocupação de leitos de enfermaria atinge 96,8% neste sábado (04). A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do hospital.

Ainda segundo o hospital, o número de internações por Covid-19 na unidade aumentou muito nas últimas duas semanas e a unidade trabalha “com abertura constante de leitos”.

Conforme dados da Santa Casa, em março, a unidade tinha dez leitos de CTI e 17 de enfermaria. Já neste sábado, o número total de leitos destinados à pacientes com Covid-19 era de 80 de CTI, 158 de enfermaria adulto e 25 de enfermaria pediátrica. Isso representa um aumento de sete vezes no número de leitos de tratamento intensivo e nove vezes na capacidade para atendimento de casos de menor gravidade.

Rede municipal

Nos hospitais da rede municipal de saúde de Belo Horizonte, a taxa de ocupação dos leitos de UTI com pacientes infectados pelo coronavírus era de 87% na sexta-feira (3). Já os leitos de enfermaria tinham taxa de ocupação de 67%. A Prefeitura de Belo Horizonte não tem dados deste sábado (4).

Rede estadual

Em Belo Horizonte, a ocupação dos hospitais da rede estadual está um pouco menor. Segundo a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), o Hospital Eduardo de Menezes tem  77,7% dos leitos de enfermaria ocupados e 78,5% dos leitos de CTI. Já o Hospital Júlia Kubitschek tem 100% das unidades de CTI ocupadas e 56% de ocupação na enfermaria.

Questionada sobre o número de leitos da rede estadual ocupados em Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) não respondeu. Informou apenas que “está alterando a metodologia de cálculo da taxa de ocupação de leitos com o objetivo de dar ainda mais transparência aos dados divulgados”.

Informou ainda que “trabalha internamente para unificar os sistemas de gerenciamento de leitos (SUS Fácil, CNES e Credenciamento Estadual) e ter uma compreensão ainda melhor da realidade dos hospitais em Minas Gerais”.

Em relação à abertura do Hospital de Campanha montado no Expominas, a SES-MG informou que a unidade “tem condições de funcionar, assim que houver necessidade de receber pacientes para o tratamento da Covid-19”.

Ainda segundo o órgão, “a abertura do hospital poderá ocorrer, independentemente do processo de seleção da Organização Social, operando com 30% de sua capacidade, utilizando todos os recursos próprios do Governo do Estado. O processo de seleção da Organização Social segue em andamento, com previsão de conclusão em 16 de julho. A partir disso, o Hospital de Campanha já poderá operar com 100%”.

 

Fonte: Por Thais Motta –  O Tempo

Foto: santacasa.org.br

 

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

JORNAL O POPULAR – A NOTÍCIA COM DEVE SER

Mais lidas