Conecte-se conosco

Editorial

Nossos políticos espertalhões!

Israel Silveira

Publicados

em

O mundo é para os espertos já diziam as palavras populares. De fato a expertise é um dom que pode se tornar uma maldição, se não for muito bem equilibrada com a sabedoria, e quando vemos a nossa política, temos esse pensamento ratificado.

Vejam só, o que não falta em nosso legislativo são espertos. A grande maioria de nossos vereadores são espertos de carteirinha, nosso prefeito é esperto de carteirinha, o deputado estadual é outro esperto; aqueles que se julgam representantes do povo se vêem como verdadeiros espertalhões.

Vamos começar de baixo para cima, na Câmara temos o vereador do nepotismo, que esperto fez denúncias, que esperto assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) tentando livrar sua cara, ainda mais esperto falou pelos cotovelos, e agora, tirou o seu da reta, saindo da presidência da comissão depois de atrapalhar claramente os trabalhos dos colegas edis.

O ilustre esperto vereador, só não contava com a expertise dos demais e agora, de um presidente se tornou testemunha de um processo que já era para ter acabado.

O mesmo foi esperto para ser denunciado, para responder dentro da casa que atua por um processo de cassação, foi esperto para não contratar um advogado e usar o servidor comissionado de seu gabinete para dar conselhos em sua defesa no processo de cassação, sem que o mesmo assinasse a defesa, tentando se livrar de acusações legais.

Nosso vereador esperto que não tem advogado e apresentou uma peça, mal conseguiu ler de forma lúcida as ponderações que foram levadas a plenário, mas como ele tem todo conhecimento jurídico necessário, vai caminhar sendo o sabichão que da um show atrás de show em uma casa desgastada pelas espertezas dos nobres.

Poderíamos falar dos vereadores pelo resto do editorial e ainda faltaria espaço, mas para ser justos, vamos partir para o executivo, já que a realeza resolveu usar a nova estratégia de soltar jornais com todas as benfeitorias do município.

Bom de fato, parafraseando Lavoisier: “na natureza nada se cria, tudo se transforma”, e mais uma vez em nossa política isso foi “Dito e Feito”, e não que Paulo Cesar seja o pai do jornal institucional, mas até as cores para não dizer outas coisas foram copiadas, de forma até mesmo desleixada para falar a verdade, dos informativos feitos pelo ex-prefeito.

É importante lembrar que foi esperteza ter o secretário de comunicação que entrou, sabe-se lá como, na gestão de Paulo Cesar, afinal apesar de não ter aprendido com maestria, pelo menos conseguiu rascunhar o trabalho de Leonardo Junqueira quando secretário de comunicação do Município.

Sabemos também que nosso jornalista é um sonho da trupe, para completar o time que fez o trabalho de comunicação de Paulo, afinal o publicitário já está lá, mas quanto a isso, nosso jornalista, permanecerá por aqui, até que a direção deste Popular diga o contrário.

A realeza e sua esperteza segue no rumo da reeleição, mas para isso vai depender do esperto deputado estadual. Os planos do chefe de Nova Serrana trombam na estratégia do esperto deputado, que aqui vem ciscando de um lado para o outro.

São tantas declarações de amor, Paulo, Joel, Euzébio, que não se sabe mais a quem é o par do deputado, que aguarda até o último minuto para dar uma cartada final, assumindo o papel de protagonista, tentando ser mais esperto do que os outros.

O deputado vai se posicionar como o salvador de Nova Serrana, e seguindo nesse sentido, todas as demais forças políticas que poderiam se movimentar, estão amarradas à sua decisão, e caso não aconteça, será tarde demais para se preparar um para fazer frente a atual gestão.

Já dizia Platão “é preferível a ignorância absoluta ao conhecimento em mãos erradas”, e diante desse senário de espertezas que vivenciamos por aqui, nosso pensamento já caminha na direção de que, todos poderiam ser mais ignorantes e menos espertos à frente dessa promissora e cobiçada cidade.

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

JORNAL O POPULAR – A NOTÍCIA COM DEVE SER

Mais lidas