Conecte-se conosco

Saúde

Mutirão de vacinação tem adesão popular e SEMUSA inicia o “Saúde na Escola”

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

O mutirão de vacinação realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA) na Policlínica municipal no último sábado promoveu o atendimento de mais de 500 pessoas que procuraram a unidade de saúde para atualização do cartão de vacina.

De acordo com os dados da Secretaria Municipal de Saúde, foram no total, 538 cartões avaliados e 299 pessoas receberam pelo menos uma das vacinas, totalizando 385 doses administradas.

Segundo divulgado, para o plantão foram disponibilizadas doses das vacinas contra HPV, Meningite C, Rubéola, Sarampo e Caxumba.

Das 385 doses aplicadas no Plantão da vacinação a maior procura por parte dos pais e usuários do sistema de saúde pública foram as vacinas de meningite com 222 doses aplicadas, seguidas pela vacina de HPV, com 136 doses aplicas e por último a tríplice com 27 doses aplicadas.

Programa Saúde na Escola

Dando continuidade a campanha de vacinação e saúde, a prefeitura desenvolve durante todo o mês de maio o programa Saúde na Escola. A ação do Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Educação viabiliza a visita de profissionais para avaliação do cartão de saúde e aplicação das vacinas no ambiente educacional.

Segundo a coordenadora dos PSF’s Sarah Dessimone, durante todo o mês os profissionais da saúde percorrerão todas as escolas do município para que os cartões de vacina sejam revistos e colocados em dia.

Contudo a coordenadora reforça que é necessário a adesão popular e autorização dos pais e responsáveis para que as doses das vacinas sejam aplicadas. “O projeto vai até às escolas para desenvolver o trabalho a imunização, contudo é necessário que os pais participem da ação autorizando formalmente a vacinação, pois somente assim as doses das vacinas serão aplicadas”. Informou Sarah Dessimone.

Quais vacinas serão aplicadas

Segundo a programação serão aplicadas as vacinas de Meningite, HPV e Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola).

A vacina de HPV será aplicada em crianças de sexo feminino de 9 aos 14 anos e do sexo masculino de 11 aos 14 anos. É importante reforçar que a segunda dose deve ser ministrada seis meses após a primeira ser aplicada.

As vacinas de Meningite serão aplicadas em crianças de ambos os sexos com idade de 1 a 14 anos, e a tríplice deve ser aplicada em pessoas com idade variável entre 12 meses e 29 anos com um prazo de 30 dias entre as doses.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas