Conecte-se conosco

Policial

Mulher é presa suspeita de aplicar golpes em fabricantes e comerciantes de Nova Serrana

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Na última sexta-feira, dia 25 de outubro, uma mulher foi presa em Nova Serrana suspeita de estelionato. Conforme apurado, a suspeita teria cometido vários crimes no Centro-Oeste Mineiro, atuando principalmente nas cidades de Nova Serrana e Divinópolis.


De acordo com as informações repassadas pela Polícia Militar (PM), na ultima sexta, durante patrulhamento os policiais foram procurados por uma vítima identificada como J.C.A. com idade de 46 anos.

Segundo relatou aos policiais, ela havia sido vítima de estelionato no dia 24 de outubro, conforme ocorrência registrada, e ainda, o veículo usado no transporte do calçado estava estacionado na rua Pará de Mina.

De posse das informações a guarnição policial se deslocou ao local onde foi avistado o referido veiculo, que após alguns minutos, uma mulher apresentou-se como sendo condutora do automóvel.

A condutora do automóvel se identificou como D.F.D. com idade de 31 anos, e ao ser questionada pelos policiais sobre a pessoa de nome Bruno, esta relatou que conhece sim, que Bruno é amigo de seu marido, pois segundo versão da vítima, o individuo que comprou em sua loja usou a conta bancaria de Daniela, e apresentou-se com o nome de Samuel, mas que na verdade se chama Bruno.

Durante atendimento da ocorrência compareceu ao local o indivíduo identificado como C.A, com idade de 33 anos, marido da vítima, que identificou aos militares o referido veículo como sendo usado em data pretérita no transporte dos calçados.

C.A de imediato ligou para outras pessoas que também foram vítimas de estelionato, sendo que compareceu ao local o senhor W.T.R. que reconheceu a pessoa de D.F.F., informando que ela compareceu em sua fabrica no dia 24 de outubro, e efetuou uma comprar no valor de R$2.050,00, efetuando como forma de pagamento transferência bancaria entre contas ” caixa econômica federal” que enviou uma foto “print” da transação.

A vítima ainda relatou que só se deu conta que tinha caído em um golpe na sexta-feira, pois ele notou que a foto enviada pela suspeita para o seu celular havia sido recortada, e que tal dinheiro não entrou em sua conta como saldo.

A terceira vítima também compareceu ao local da ocorrência, identificado como R.M.C. de 50 anos. Ele relatou que dias atrás compareceu em sua fabrica uma pessoa de nome Bruno, que possui a alcunha de “chapoca”, e efetuou uma comprar no valor de R$ 2.800,00 e efetuou o pagamento da mesma forma que realizado com as outras vítimas, e que o dinheiro nunca entrou em sua conta.

Em conversa com a suspeita, referente ao ocorrido, confirmou a compra realizada na fabrica W.T.R e que efetuou a referida transferência entre contas “caixa econômica federal’, mas que a transferência não foi realizada com sucesso, e que teria conversado com a vítima a respeito da dívida, o informando que iria resolver a questão do pagamento mais tarde.

A vítima ainda relatou que antes de resolver a questão do pagamento foi abordada pelos  policias, perguntado das demais transferências que a pessoa de Bruno realizou na cidade em seu nome.

Durante a diligência a suspeita ainda informou que Bruno é conhecido da família, e em data passada lhe ameaçou matar a sua filha caso não passasse os dados de sua conta bancaria, inclusive a senha, e que tais transações bancarias estariam sendo feitas por Bruno sem o seu consentimento.

Durante atendimento da ocorrência, os militares realizaram a remoção do veiculo, uma vez que o mesmo estava estacionado de forma irregular como preconiza as normas de trânsito, sendo o mesmo encaminhado ao pátio credenciado.

A suspeita por sua vez foi presa e encaminhada a polícia judiciária para que demais providências fossem tomadas.

Mais lidas