Conecte-se conosco

Acidente

Motorista inabilitado atropela e mata mulher e bebê de 6 meses em Sete Lagoas

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Um motorista inabilitado atropelou e matou uma mulher de 41 anos e um bebê de apenas seis meses que estavam em uma calçada no bairro Dona Sílvia, em Sete Lagoas, região Central de Minas Gerais, na quinta-feira, 18 de fevereiro.

Segundo informado o suspeito saía de uma festa para comprar bebida alcoólica em um supermercado e dirigia em alta velocidade quando causou o acidente.

De acordo com a Polícia Militar (PM), testemunhas contaram que o motorista estava passando pela rua P e perdeu o controle ao fazer a conversão para a rua K. Adriana Pereira e Bryan Henrique da Silva estavam na calçada na frente da casa da mulher, que é babá da criança. Eles foram atingidos pelo carro e Adriana ficou presa embaixo do veículo. Ela precisou ser retirada por familiares. A mãe, a irmã e o filho dela se desesperaram ao verem as vítimas feridas.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para o local e constatou a morte de Adriana. Bryan foi socorrido até um hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. A mãe do bebê trabalhava quando no momento em que ocorreu o acidente.
Segundo a polícia, o suspeito do atropelamento fugiu. Um passageiro e dono do veículo, de 27 anos, foi encontrado escondido em uma mata próximo ao local do atropelamento. Ele contou que sabia que o motorista era inabilitado, mas mesmo assim emprestou o carro para ele.
O veículo estava com cinco pessoas e eles iriam até um supermercado comprar bebidas para abastecer uma festa. O homem disse aos policiais que tentou socorrer as vítimas, mas que a população local estava revoltada e o agrediu com pedaços de pau.
Na versão do suspeito, foram dados dois disparos de arma de fogo e por isso ele fugiu. O suspeito foi preso por emprestar o carro a motorista inabilitado.
A mãe da criança passou mal e precisou ser socorrida para o hospital. Os vizinhos se revoltaram com a situação e colocaram fogo na casa do motorista, onde ocorria a festa. O Corpo de Bombeiros foi chamado e apagou as chamas que destruíram alguns móveis.
A perícia da Polícia Civil esteve no local do acidente e encontrou duas cápsulas de arma de fogo, além de perfurações de tiros no veículo.
A casa do motorista também foi periciada e celulares e documentos foram recolhidos para investigações.
A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil de Sete Lagoas.
Fonte: Por  NATÁLIA OLIVEIRA –  O TEMPO
FOTO: REPRODUÇÃO REDES SOCIAIS
Leia mais...
Propaganda

Mais lidas