Conecte-se conosco

Policial

Missão cumprida: índices de criminalidade têm redução e ficam abaixo dos obtidos há 10 anos

Avatar

Publicados

em

Nova Serrana é a cidade que mais cresce em Minas. Contra esse fato simplesmente não há argumentos. Tal crescimento gera uma série de demandas sociais, dentre elas o aumento da criminalidade, o qual por anos foi um dos problemas que assolou o município e sua imagem.

Segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no senso realizado em 2010, o município tinha 73.699 habitantes e 10 anos depois, em 2020, a cidade atingiu a marca de 105.520, o que representa um crescimento populacional de quase 32 mil habitantes.

A capital do calçado registrou em 10 anos, um crescimento populacional de aproximadamente 45%. A criminalidade, por grande parte deste período, seguiu a mesma tendência, o que veio a mudar somente nos últimos anos.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE SEGURANÇA AQUI NO JORNAL O POPULAR

Segundo os dados obtidos junto a Polícia Militar (PM), comparando-se o mês de agosto de 2010, com o mesmo período de 2017, houve um aumento nos crimes violentos de aproximadamente 430%. Os dados apontam que o município contabilizou 46 registros em agosto de 2010 e atingiu o ápice de 198 crimes no mesmo mês do ano de 2017.

De forma semelhante os crimes de roubo tiveram um aumento de 482%, contabilizando em agosto de 2010 – 39 ocorrências, já no mesmo mês de 2017, 188 registros.

Mudanças

A cidade que se viu sendo intitulada como a mais violenta de Minas Gerais, passou então no ano de 2017 pela mudança em seu comando. Houve investimentos na segurança publica, e a estrutura que vinha sendo ampliada recebeu novos aportes.

Houveram diversos investimentos em recursos destinados a atividade policial, destacando-se a implementação do sistema de vídeomonitoramento denominado “Olho Vivo”, a digitalização da rede de rádio, aquisição de viaturas policias e o aumento do efetivo.

Todas essas ações, juntamente com as novas estratégias implementadas pelo então novo Comandante do 60º Batalhão da Polícia Militar (BPM), agora Coronel PM Wemerson Lino Pimenta, resultaram em uma queda gradativa e constante nos índices criminais.

Desafio

Recentemente promovido ao Comando da 7ª Região da Polícia Militar, Cel Wemerson Lino Pimenta afirmou recentemente a este Popular que quando assumiu o comando do 60º BPM muitos desafios foram encontrados, e por meio de uma mudança de estratégia, a redução nos índices criminais foi alcançada.

“Chegamos num quadro de criminalidade muito alta. Enfrentamos muitos desafios no 60º BPM. O Aprendizado que carregamos é uma equação de sucesso, que foi brilhantemente apontada pelo jornal O Popular, investimento, estratégia e comprometimento”.

Dentre as ações realizadas pelo Cel PM Wemerson, destacam-se a setorização do policiamento, a valorização do policial militar, o fortalecimento da atividade de inteligência, a implementação da Base de Segurança Comunitária, a qualidade das operações e a implementação de ações de visibilidade, dentre outras.

Resultados

Com a implantação da nova filosofia de atuação, e com o comprometimento e investimentos promovidos na segurança pública, o município obteve uma grande redução criminal, e mesmo tendo um grande aumento populacional, voltou a registrar índices obtidos há uma década.

Segundo os dados apurados por esse Popular, a cidade vivenciou em agosto deste ano uma redução de aproximadamente 85% nos índices de roubos comparados aos últimos três anos. Em agosto de 2017 foram registrados 188 crimes de roubos, enquanto no mesmo período de 2020, apenas 27 ocorrências foram registradas.

Os dados da segurança pública apontam também uma redução de aproximadamente 80% nos crimes violentos entre 2017 e 2020. No ápice dos registros, em agosto de 2017, foram contabilizados pela PM 198 ocorrências, enquanto no mesmo mês de 2020, houveram 39 registros de crimes violentos.

10 anos, mais 32 mil habitantes e menos crimes

Nos 10 anos que se passaram a cidade teve um crescimento de quase 32 mil habitantes, mas registrou em 2020 os menores índices da década.

Os dados repassados pela PM apontaram que se comparados com os dados de 2010, Nova Serrana contabilizou em agosto, uma redução de 15% nos crimes violentos, mesmo com uma população 45% maior.

Quanto aos roubos, a redução de agosto de 2010 para 2020, foi de aproximadamente 30%.

Por fim, quanto aos dados referentes aos crimes de furto, a redução foi ainda maior, apresentando uma redução significativa de 55% nos números de crimes.

Mais lidas